Digital influencer que morreu após complicação em cirurgia é sepultada, família processará médico criminalmente

O corpo da influencer digital Liliane Amorim, 26 anos, que morreu após enfrentar complicações por causa de complicações de uma cirurgia de lipoaspiração foi sepultado nesta segunda (25) em Afogados da Ingazeira.

Benjamim Alencar, médico responsável pela cirurgia de lipoaspiração da influenciadora foi denunciado pela família, após morte ocasionada pelo procedimento estético. Segundo a assessoria da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), a família abriu um boletim de ocorrência por morte suspeita e suposta negligência no último domingo (24/1).

A assessoria não deu mais detalhes sobre o caso, mas afirmou que a ocorrência, registrada junto à delegacia de Juazeiro do Norte, interior do Ceará, está em andamento. 

A irmã da influenciadora, Fabíola Amorim, afirmou que ela estava se queixando de dor, mas que não recebeu a devida atenção. "Ela falava, mas não foi ouvida", relatou ao jornal cearense Diário do Nordeste. A jovem mencionou ainda que o médico Benjamin Alencar alegou que não seria necessário outra internação de Liliane pois o risco hospitalar diante da pandemia da covid-19 seria maior e que ele viajou após a cirurgia, deixando outra profissional de saúde para acompanhá-la. A substituta teria chegado a dizer que o problema na recuperação seria apenas por Liliane "não estar colaborando", além de compará-la com outros pacientes.

Após morte de Liliane, a influenciadora digital Thaynara OG também relatou complicações em lipoaspiração e contou mais sobre a experiência da cirurgia plástica. Outras famosas também usaram as redes sociais para falar dos perigos da cirurgias.

Veja matéria do G1 CLIQUE AQUI

Siga o Instagram de Romero do Mais Pajeú: CLIQUE AQUI
Siga o Instagram do blog: CLIQUE AQUI
Siga nossa página no Facebook: CLIQUE AQUI e AQUI
Siga nosso canal no YouTube: CLIQUE AQUI
Entra no nosso grupo no whatsapp de Afogados: CLIQUE AQUI

Postar um comentário

0 Comentários