Coluna O Linguarudo - Não Vou Mentir Para Agradar (14/01/2021)

O nome do PT não é Humberto, e sim Marília -
Embora alguns meios de comunicação até tradicionais aqui no estado estejam levantando a ideia de que o senador Humberto Costa seria o nome do PT para disputar o governo de Pernambuco, o enredo está totalmente fora do tom. O nome do PT desde o dia 29 de novembro para disputar o governo do estado é o da deputada federal Marília Arraes, conforme a mesma disse que iria liderar uma frente de oposição ao PSB no governo. Marília chegou a dizer uma frase que ficou muito famosa. "Balançamos eles, na próxima caem". Não se sabe ao certo de quem surgiu a estratégia de lançar o nome de Humberto ou de plantar uma notícia totalmente falsa como esta. Segundo uma fonte, a missão do senador Humberto Costa é trabalhar uma frente progressista nacional que possa enfrentar e derrubar o bolsonarismo. Para isso, o PT está se alinhando até mesmo com quem já foi rival histórico: O Democratas de Rodrigo Maia e o MDB de Michel Temer. Ora, se o PT nacionalmente estaria se alinhando com partidos totalmente fora de suas ideologias partidárias, qual motivo teria para se afastar do PSB aqui no estado? Uma disputa pela prefeitura que já se encerrou? Acho difícil. O que acontece é que o Governador Paulo Câmara está prestes a fazer uma reforma política que vai abrigar diversos aliados, incluindo o PT que pode até sair de uma secretaria e ser acomodado em outra. Mas, se por acaso o partido resolver realmente trilhar carreira solo e disputar o governo do estado em 2022, não será com Humberto Costa, mas com Marília Arraes. Até pelo fato de Marília ter disputado e ido ao segundo turno no Recife. (Silvinho Silva)

Calamidade pública – Dos 184 municípios pernambucanos, 173 pediram a prorrogação, por 180 dias, do estado de calamidade pública. Todos os pedidos foram aprovados pelas Comissões de Justiça, de Finanças e de Administração Pública ontem. 

Ingratidão - Alguns aliados de um prefeito da região, estão reclamando da falta de atenção do mesmo para com eles. "Nem os nossos telefonemas ela atende mais". 

Troca de comando – O pedetista Dilson Peixoto deverá deixar o comando da Secretaria de Desenvolvimento Agrário ainda esta semana. O mais cotado para assumir a pasta é o deputado estadual Claudiano Filho (PP) que já está licenciado à espera da nomeação do governador. 

Protestos – O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por maioria de votos, que são permitidas reuniões ou manifestações em locais públicos, independentemente de comunicação oficial prévia às autoridades competentes. Prevaleceu, no julgamento, o voto do ministro Edson Fachin, para quem deve ser afastada qualquer interpretação que condicione a realização de uma manifestação ao aviso prévio.

Inocente quer saber – Arthur Lira consolidou seu favoritismo na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados?

Postar um comentário

0 Comentários