Conheça O Bem Virá, primeiro longa da diretora sertaneja Uilma Queiroz

O Bem Virá 
primeiro longa da diretora sertaneja Uilma Queiroz teve estreia no IX CachoeiraDoc no dia 12 de dezembro. 

No dia 14 de dezembro às 19h houve debate com a realizadora pelo canal do festival. 

filme foi realizado com recursos do Governo de Pernambuco através do Edital do AudiovisualFuncultura somados aos recursos da Ancine e FSA via mecanismo de Arranjos Regionais.

O documentário “O Bem Virá” surge do encontro da diretora e roteirista sertaneja Uilma Queiroz com uma fotografia, datada de 1983, que revela mulheres grávidas enfileiradas contra um fundo agreste em uma frente de emergência na zona rural de Afogados da Ingazeira, Pernambuco. 

A busca pelas histórias dessas mulheres diverge do imaginário da seca retratado frequentemente, pautado na miséria, na preguiça, nos flagelos e nas retiradas. Contrariando uma estrutura agrária perversa associada à seca, o longa anuncia conquistas dessas mulheres como acesso ao trabalho produtivo, à educação e à participação política. O documentário desnaturaliza essa narrativa de fragilidade, ao exibir um sertão verde onde as múltiplas lutas dessas mulheres por existirem, imprimem discursos e imagens que não se limitam a resistência, são sobretudo emergências de dignidade.

As treze mulheres abrem não só sua casa para uma entrevista. Abrem também seu coração para cada pergunta feita, respondendo não só com palavras, já que o silêncio, o riso, o choro também diz quem elas são e quem nós, enquanto mulheres em nossas diversidades, somos.

Atrás e em frente à câmera, mulheres. Entrevistas espelhos de nós. Dessa maneira, “O Bem virá” é mais do que um filme de busca é um filme de conversa. 

Conversa entre mulheres.

Como as conversas que as atrizes sociais tinham em 1983: sob sol escaldante, entre a lida no trabalho das frentes de emergência, falamos de fome, de dores, de violência doméstica, de amores, de maternidade, de luta, de vitórias, mas sobretudo da coragem que nós mulheres temos de viver na luta pelo Bem que virá.

Expediente:

IX CachoeiraDoc

Futuro, como presente, no passado Programa 3, Sessão 10 – Não existe o eu fora do nós

Disponível on line entre 12 e 20/12/20 em:

https://www.cachoeiradoc.com.br/festival/mostra-de-documentariosbrasileiros/programa3/

Debate, 14/12, às 19h em:

https://www.youtube.com/watch?v=a5F6C20MMzk

Sinopse

Treze mulheres, treze ventres, treze esperanças, uma foto. E uma busca pelas mulheres que, em 1983, em uma seca no sertão do Pajeú pernambucano, lutaram pelo direito à sobrevivência, num contexto em que ser mulher era se limitar à função de administrar a miséria.

Sobre a diretora (Bio de Uilma)

Pajeuzeira do sítio Matinha em Carnaíba-PE, onde teve o primeiro contato com a poesia, pelo repente de seu pai. Lá viveu até os 5 anos de idade e depois seguiu com a família para a zona urbana de Afogados da Ingazeira, cidade que fez morada sentindo a poesia e a arte até 2017. Cursou licenciatura e especialização em História pela atual FASP (Faculdade São Francisco da Paraíba). Teve sua vivência atravessada pelo feminismo, militando em vários grupos e coletivos dentre eles, associou-se ao Grupo Mulher Maravilha e articulou o Fórum de Mulheres do Pajeú. A partir desse contato, idealizou e dirigiu o documentário "O Bem Virá", sobre resistências das mulheres organizadas, contra os efeitos da seca e do machismo, mulheres que semearam juntas dignidade. Em 2017 mudou-se para Recife para continuar sua pesquisa sobre o Movimento de Mulheres no sertão do Pajeú, agora no mestrado em História pela UFPE, na ocasião também se aproximou do Mulheres no Audiovisual PE (MAPE) e compõe equipe do projeto “As poetas do Pajeú”. Mulher sertaneja, professora, pesquisadora, produtora cultural, poeta, realizadora audiovisual e Pajeuzeira,

Gente. Com Maria Samara de Almeida cultiva a Pau d’arco Produções.

Sobre a Vilarejo Filmes

Fundada em 2016 pelas produtoras Kika Latache e Livia de Melo, a Vilarejo Filmes surge a partir do desejo de produzir conteúdos audiovisuais de valor artístico e político buscando sempre construir relações com diretoras e diretores estreantes. “Brasil S/A” de Marcelo Pedroso foi a primeira obra produzida pela empresa, grande vencedora do 47° Festival de Brasília com estreia internacional no Festival de Berlim. Mais recentemente, produziu o curta-metragem de animação “Guaxuma” de Nara Normande, em parceria com a produtora francesa Les Valseurs, que recebeu mais de 50 prêmios e participou de mais de 80 festivais nacionais e internacionais. Na busca por distintos olhares, a Vilarejo prepara-se para rodar o primeiro longa-metragem da diretora Mykaela Plotkin, “Senhoritas”, em parceira com a produtora mexicana Home, finaliza o 2° longa do diretor Daniel Bandeira, “Propriedade Privada”, além de desenvolver os roteiros dos longas de ficção “Terra Nua” de Nara Normande, “O Ventre da Baleia” de Cecíla da Fonte, “Presságios de Um Mundo Anterior” de Marcelo Pedroso, “Edificante” de Marcelo Lordello e a série ficcional para TV “Amaraji” de Igor Travassos e Roberto Sotero e as séries de animação infanto-juvenil “Pipo e Fifi” de Carol Arcari e Julieta Jacob e “Tuca e Juba” de Julieta Jacob. A Vilarejo produz bianualmente o FINCAR – Festival Internacional de Cinema de Realizadoras –idealizado pela cineasta Maria Cardozo, que terá sua terceira edição em 2021.

Ficha técnica

(Documentário, 2020, 80 min, cor)

Direção: Uilma Queiroz

Com: Evanir Araujo Ribeiro, Josefa Mendes da Silva Domingos (Ziza), Lourdes Luna de Araújo (Lourdinha), Luciene Mendes do Nascimento, Maria Aparecida Bezerra (Cidinha), Maria Aparecida da Silva (Maria Aparecida), Maria Do Carmo Alves da Silva, Maria do Socorro Beserra dos Santos, Maria do Socorro do Nascimento (in memorian), Maria Feitosa de Oliveira, Quitéria da Silva Melo, Rosilda Soares da Silva (Zilda) e Zita Maria da Conceição

Pesquisa: Silmara Marques, Rogério Oliveira e Pedro Maia

Assistente de Direção: José Alberto Silva Jr

Empresa produtora: Vilarejo Filmes

Produção: Kika Latache e Livia de Melo

Produtora Executiva e Diretora de Produção: Kika Latache

Coordenação de Produção: Lellis Vasconcelos, William Tenório

Fotografia: Maíra Iabrudi

Assistentes de Fotografia: Duda Medeiros, Angelo Azuos, Cláudio Gomes

Som Direto: Sálua de Paula e Nicolau Domingues

Assistentes de Som: Bruna Tavares, Richard Soares

Edição de Som: Kiko Santana

Mixagem: Gera Vieira

Montagem: Amandine Goisbault e Rapha Spencer

Fotos de divulgação:

https://drive.google.com/drive/folders/1hLFquIDeucEoGsOCHah85Ai45sOZ4wbm?usp=sharing

Contatos:

Uilma Queiroz | Diretora e Roteirista: (87) 99998-3756 | uilmaira@gmail.com

Kika Latache | Produtora: (81) 98838-1869 | kika@vilarejofilmes.com.br

Livia de Melo | Produtora: (81) 99234-0768 | livia@vilarejofilmes.com.br

Postar um comentário

0 Comentários