Coluna O Linguarudo - Não Vou Mentir Para Agradar (09/12/2020)

Corte de contratados e concurso público -
O prefeito eleito de Afogados da Ingazeira, Sandro Palmeira (PSB), admitiu cortes, ontem, de pessoa em entrevista ao Frente a Frente, mas apenas em torno de 2%. Segundo ele, para permitir cumprir a promessa de promover concurso público, feita ao longo da campanha. Sandrinho, como é mais conhecido, é, atualmente, o vice de Patriota.

Sem vacina em PE – Pelo menos na relação disponível no Ministério da Saúde, nem o governador Paulo Câmara nem o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, encaminhou ao Ministério da Saúde o pedido para a vacina coronavac. Saíram na frente os Estados do Ceará, Bahia, Rio Grande do Sul e Paraíba e as capitais Curitiba, Salvador, Porto Alegre e Rio de Janeiro. Ao contrário do vizinho do Ceará, Pernambuco deu sinalização de que em breve haverá restrições, duras regras para ampliar o isolamento social e prejudicar a já combalida economia em recessão pelo coronavírus. (Magno Martins)

Guardanapo - Tem vereador na região ficando conhecido como guardanapo, nunca sai da mesa. Pois é tem vereador que está sempre na mesa diretora, pode isso Arnaldo?

Luciano Duque anuncia que é pré-candidato a deputado - Em entrevista ao radialista Francys Maia, ontem, terça-feira (8), o prefeito Luciano Duque confirmou que é pré-candidato a deputado de olho nas eleições de 2022.

Arcoverde: Vereadores devolvem Plano Diretor à prefeitura - Instituído em 2007, através da Lei nº 2.111/2007 assinada pelo então prefeito Zeca Cavalcanti (PTB), o Plano Diretor de Arcoverde completou em 2020 treze (13) anos de existência, ultrapassando em três anos seu período de revisão que era para ter ocorrido ao completar uma década. Essa semana, o novo PD foi devolvido pela Câmara de Vereadores à prefeitura municipal. Sem data no ofício de encaminhamento, conforme foi lido pela presidente da casa na última sessão, vereadora Célia Galindo (PSB), o Projeto do Plano Diretor para os próximos 10 anos foi enviado para ser aprovado pela Casa James Pacheco, mas como o mesmo não foi debatido os parlamentares optaram pela devolução. A presidente da casa colocou em votação se a Câmara apreciaria o projeto agora ou devolvia à prefeita do município, Madalena Britto (PSB). Por três votos a dois, a casa legislativa decidiu pela devolução para que o projeto seja revisto pelo novo governo que se inicia em janeiro e reenviado à Casa James Pacheco. (A Folha das Cidades)

Inocente quer saber - A Câmara de Vereadores de Afogados ainda continuará dando privilégios a alguns veículos de imprensa como foi em 8 anos?

Postar um comentário

0 Comentários