Coluna O Linguarudo - Não Vou Mentir Para Agradar (30/11/2020)

Milton Coelho –
A vitória de João abre na Câmara dos Deputados uma oportunidade para um dos quadros mais brilhantes do PSB: o suplente Milton Coelho, que passa a ser efetivado. Atual chefe de gabinete do governador Paulo Câmara, Milton é um eduardista histórico, tendo ocupado todas as funções públicas em vida, desde a presidência estadual da legenda socialista à missão de vice-prefeito do Recife na gestão João da Costa, por delegação expressa do ex-governador. Fará com certeza um belo mandato, amplo, com visão para todos os segmentos da sociedade. É um articulador nato, jeitoso no trato. (Magno Martins)

Sete vezes PSB - A eleição de João confirma a sétima vitória consecutiva do PSB. Foram duas de Eduardo, duas de Paulo, mais duas de Geraldo e agora João. Os socialistas são profissionais em eleição. 

João - A vitória de João Campos (PSB) para prefeito do Recife com 56,27% dos válidos projeta seu nome história da politica pernambucana. Primeiro, por ser o mais jovem a ocupar este posto. Depois por vencer o pleito mais atípico e sem precedentes, inclusive batendo de frente com o PT. 

Marília – Em seu discurso, após a derrota, Marília Arraes (PT) mostrou que sentiu as pancadas da campanha no segundo turno após passar incólume pelo 1º turno. Marília obteve 348.126 votos, o que representa 43,73% dos votos válidos. Ela  prometeu um novo alinhamento da Oposição no Estado numa espécie de antecipação de 22.

Carlos Veras pé frio – “Oh deputado do pé frio da gota”- comentário de um petista tabirense que não reza na cartilha do Deputado Carlos Veras que após perder com o petista Flávio Marques em Tabira, se mandou para o Recife para fazer a campanha de Marília Arraes, onde perdeu também. (Rádio Vivo)

Arlã e Tanta disputam preferência pela Presidência da Câmara de Tuparetama – Dois vereadores eleitos em 15 de novembro no palanque do Prefeito Sávio Torres (PTB), Arlan Marques e Tanta Sales disputam a liderança da chapa governista para a Presidência da Câmara em Tuparetama. Arlan argumenta como principal cacife a reeleição para o 5º mandato como vereador e homem de confiança do prefeito Sávio. Por seu lado, Tanta Sales entende que por ter ido para o sacrifício como candidato a vereador, abdicando da reeleição de vice, espera um gesto dos colegas de bancada. Em recente entrevista a Rádio Cidade FM, o Prefeito Sávio Torres disse que não se envolveria no processo, mas acreditava no entendimento dos seus aliados. (Por Anchieta Santos)

Perguntar não ofende - candidatos escanteados na região, irão deixar seus partidos ou vão ficar convivendo com lobos?

Postar um comentário

0 Comentários