Roubo e disparo de arma de fogo em Arcoverde e tentativa de estupro em Sertânia

Participe de nosso grupo no Whatsapp de Arcoverde: 
CLIQUE AQUI
Participe do nosso Instagram: CLIQUE AQUI
Participe do nosso Instagram 2: CLIQUE AQUI
Participe da nossa página no Facebook: CLIQUE AQUI
Siga nosso canal no YouTube: CLIQUE AQUI

Roubo em Arcoverde - Por volta das 15h30 de ontem, a equipe da GT 3113 foi informada pela vítima de uma ocorrência de roubo, onde uma pessoa que se deslocava em uma bicicleta teria o abordado e mediante violência subtraiu o seu aparelho celular. Com ajuda de um transeunte, a vítima conseguiu acompanhar o imputado e recuperaram o celular, porém o imputado empreendeu fuga abandonando a sua bicicleta. Ante o exposto, o material foi entregue à Delegacia de Polícia local onde será instaurado inquérito por portaria.

Disparo de arma de fogo em Arcoverde - Por volta das 19h30 de ontem (12/09/2020), a equipe GT 3112 durante rondas, foi acionada por populares para verificar uma ocorrência de disparo de arma de fogo no bairro do São Cristóvão, onde um indivíduo armado tinha efetuado contra sua companheira, o efetivo fez deslocamento até o local onde o acusado já havia se evadido e a vítima também, porém, em contato via telefone a vítima relatou que apenas tiveram uma discussão e não teria interesse de registrar contra seu companheiro, e que só queria uma medida protetiva. Diante do exposto, a ocorrência foi registrada à Delegacia de Polícia local, onde foi instaurado um inquérito por portaria.

Tentativa de estupro em Sertânia - Por volta das 19h45 de ontem, a equipe da MO 3201 da 2ª CPM/3ºBPM foi solicitada pela central da 2ª CPM para averiguar uma ocorrência de tentativa de estupro. Chegando ao local, Alto do céu, Sertânia - PE, a solicitante relatou que seu filho, menor, tinha sofrido uma tentativa de estupro, próximo ao centro social urbano, pelo envolvido, também menor de idade. A vítima relatou que o envolvido, o chamou e quando o mesmo se aproximou o envolvido o agarrou pelas mãos, levando a força até um local mais escuro do centro social, que o envolvido começou a tirar sua roupa, e a se despir também, no intuito de consumar o ato de estupro, a vítima disse que o envolvido deu uma tapa em seu rosto, o mesmo conseguiu se soltar das mãos do envolvido e correu para casa de seu pai, informou que havia um segundo elemento que tentou segurar, porém a vítima não sabe informar quem é, nem sabe as características devido a escuridão do local. O efetivo fez diligências no intuito de localizar os envolvidos, porém sem êxito. Diante dos fatos, a ocorrência foi apresentada à Delegacia de Polícia local onde será lavrado um BOC em desfavor do envolvido.

Postar um comentário

0 Comentários