Covid-19: SJE fecha mês com 236 casos, 192 curados e 2 óbitos e Arcoverde com 574 casos, 366 curados e 27 óbitos

Finalizamos mais um mês de enfretamento a covid-19. Sem dúvida, julho exigiu muito de todos que fazem parte da secretaria de saúde, principalmente dos que compõem as linhas de frente no combate ao novo Coronavírus. Desde já, fica registrado o nosso agradecimento a todos esses profissionais.

No dia 1º de julho, a prefeitura municipal entregou o Centro de Atendimento e Enfretamento ao Covid-19, uma unidade de exclusiva para o enfrentamento ao novo Coronavírus. Funciona de segunda a sexta, das 14:00 as 22:00, ao lado do fórum, saída para Brejinho. Desde a inauguração, o número de exames em nosso município passou de 394 para 1.172, quase triplicamos em apenas 30 dias.

Graças a esse número de testagens, os novos casos são diagnosticados no início, elevando as chances de cura. Nos últimos 30 dias passamos de 94 para 192 curados e não houve alteração no número de óbitos, tivemos 2, desde o início da pandemia. O que comprova que as nossas medidas de combate à doença vem surtindo um efeito positivo.

Como já era aguardado, no mês de julho tivemos um número maior de infectados em nosso município. Todas as medidas preventivas foram tomadas para que o sistema de saúde não sofresse tanto. Mesmo com o aumento de 94 para 236 casos confirmados, não houve colapso, todos tiveram atendimento e os que ainda não finalizaram o tratamento continuam sendo assistidos por uma equipe da secretaria de saúde.

Em todo o país, foram confirmados 2.662.485 casos desde o início da pandemia, com 92.475 mortos, uma taxa de letalidade de 3,47%. O nordeste soma 858.827 infectados, com 28.619 óbitos, percentual de 3,33% de casos fatais. Pernambuco segue com um índice de letalidade bem maior, de 95.005 contaminados, 6.557 não sobreviveram, atingindo 6,9% de mortes. São José do Egito vive uma realidade bem diferente, de 236 casos confirmados, tivemos apenas 2 óbitos, uma taxa de letalidade de 0,84%.

Nas últimas 24hs tivemos 2 pacientes curados, realizamos 31 exames e 10 novos casos foram confirmados.

A Secretaria de Saúde de Arcoverde informa que, nesta sexta-feira, 31 de julho, até às 17 horas, registrou mais vinte (20) casos de Covid-19 e mais sete (07) curados. O boletim diário, portanto, fica com cento e sessenta (160) suspeitos, mil e quinze (1.015) descartados, quinhentos e setenta e quatro (574) confirmados, vinte e sete (27) óbitos, e trezentos e sessenta e seis (366) recuperados.

De acordo com a repartição, estão sendo testadas no município aproximadamente 100 pessoas por dia e o índice de cura com o tratamento oferecido aos pacientes é de 65%.

Vale lembrar, que dentro dos 574 confirmados, estão contabilizados os 27 óbitos e 366 curados. No total, a cidade tem seis (06) pacientes em UTI e nove (09) em enfermaria.

No Hospital Regional Ruy de Barros Correia, há três (03) pacientes de Arcoverde na UTI e quatro (04) na enfermaria. No Hospital de Campanha há cinco (05) internados. No Hospital Memorial Arcoverde há três (03) pacientes na UTI.

Nas barreiras sanitárias das entradas da cidade foram abordados 970 carros de fora.

Boletim Geral - De acordo com o balanço geral dos dados de Covid-19, Arcoverde tem 1.749 notificações do Coronavírus, o que significa o total de pessoas suspeitas, desde a investigação até o descarte ou confirmação.

Dos confirmados, 300 são mulheres e 274 são homens. Já dos óbitos, 11 casos são de mulheres e 16 são de homens.

Dentro do mapeamento pelos bairros da cidade, dos casos confirmados, cento e sessenta (160) estão no São Cristóvão, centro e vinte e três (123) no Centro, doze (12) no Cardeal, cinquenta e nove (59) no São Geraldo, trinta e seis (36) na Boa Vista, vinte (20) no Sucupira, vinte e seis (26) no Boa Esperança, cinquenta e seis (56) no São Miguel, um (01) no Novo Arcoverde, oito (08) na Cohab II, um (01) na Vila do Presídio, quatro (04) no Pôr do Sol, oito (08) na Cidade Jardim, cinco (05) no Residencial Maria de Fátima Freire, sete (07) no JK, cinco (05) no Santos Dumont, um (01) no Veraneio, quatro (04) na Cohab I, um (01) no Serrano, um (01) no Teresópolis, seis (06) no Tamboril, dois (02) no Petrópolis, e vinte e três (23) na Zona Rural.

Dos vinte e sete (27) óbitos, onze (11) são do São Cristóvão, um (01) Centro, três (03) do São Miguel, um (01) Cardeal, dois (02) Boa Esperança, dois (02) Cohab II, um (01) Boa Vista, um (01) Pôr do Sol, um (01) no Tamboril, um (01) no São Geraldo, e três (03) da Zona Rural.

Entre as idades, dois (02) tinham entre 0 a 09 anos; dois (02) entre 30 e 39 anos; dois (02) entre 40 a 49; um (01) entre 50 a 59; seis (06) entre 60 e 69 anos, oito (08) entre 70 e 79 anos e seis (06) tinham entre 80 anos a mais.

Postar um comentário

0 Comentários