Ex-prefeito Deva Pessoa sofre nova derrota no TCE-PE, no julgamento do processo n° 17100174-6 referente as contas do ano de 2016

Já rejeitado nas urnas no último pleito, o ex-prefeito Deva Pessoa sofre nova derrota no TCE-PE, no julgamento do processo n° 17100174-6 referente as contas do ano de 2016. 

Os conselheiros verificaram um desequilíbrio financeiro do FUPRETU, a época tendo à frente Pedro Júnior Rabelo, que deixou de recolher R$ 134.942,81 da contribuição patronal, desrespeitados os princípios expressos da administração pública e da Constituição Federal.

Também foi constatada deficiência no Portal da Transparência e que houveram distorções na elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Por essas falhas o Pleno do TCE emitiu Parecer Prévio recomendando à Câmara Municipal de Tuparetama a rejeição das contas do ex-prefeito Deva Pessoa relativas ao exercício financeiro de 2016, que se soma as contas também já rejeitadas de 2015.

O discurso da honestidade que bradou nas ruas em 2012 e 2016, não se sustenta mais diante da rejeição dos órgãos de controle e do acúmulo de processos do ex-prefeito.

Postar um comentário

0 Comentários