Afogadense que teve dificuldade de UTI faleceu antes de ser transferida

DO BLOG NILL JÚNIOR -
Segundo informações que chegaram ao blog, Roseane Oliveira do Nascimento, 32 anos, faleceu ainda no Hospital Regional Emília Câmara, na madrugada desta terça-feira (14).

Ela estava internada na Unidade Hospitalar e lutava por uma vaga em uma UTI.

Na noite desta segunda-feira (13), depois da repercussão do caso, foi garantida uma vaga na UTI do Hospital Santo Amaro, no Recife. A divulgação do caso no blog e a atuação do MP geraram ampla repercussão.

Outra informação do Hospital Regional Emília Câmara é de que a insuficiência respiratória tem como causa edema pulmonar fruto do quadro de insuficiência renal e não Covid. Ela apresentou IgG reagente ou positivo, quando o paciente teve infecção anterior, com pelo menos 3 semanas, e está possivelmente imunizado.

De fato, um quadro de trombose obriga a intervenção de um cirurgião ou cirurgiã vascular, que não existe no serviço oferecido pela Clínica São Vicente.

Segundo o Dr Clóvis Carvalho, que acompanhou o episódio, o caso foi discutido com a Central de Regulação do Estado. “Discutimos o caso e pedimos uma solução rápida”, disse.

O Ministério Público, através do promotor Lúcio Luiz de Almeida Neto estava questionando primeiro, a recusa por duas unidades, a política de distribuição de senhas da Central de Regulação.

Ainda a complexidade de uma outra vaga a ser disponibilizada pelo Estado de Pernambuco, quando divulga tem 75% a 80% de lotação em UTI de um total de mais de 800 leitos. Assim, seriam de 20% a 25% de vagas.

Roseane era paciente renal crônica e precisava de hemodiálise para manter-se viva. Fez uma sessão em Arcoverde, no anexo do Hospital Memorial, mas lá teve um derrame pleural. A unidade a encaminhou de volta ao Emília Câmara.

Roseane Oliveira do Nascimento, era mãe de um filho de 3 anos, residia na Rua Severino Rodrigues da Silva, 15, São Braz.

Segundo informações que chegaram ao blog, os procedimentos para o sepultamento já estão sendo tomados.

Postar um comentário

0 Comentários