Policial: Tráfico de drogas em Tabira, ameaça e porte de arma branca em Tuparetama e descumprimento de decreto em Solidão

Tráfico de drogas em Tabira -
Após várias denúncias, o serviço de inteligência do 23º BPM (Malhas da Lei), se articulou para verificar possível tráfico de drogas na cidade de Tabira, e após constatarem o fato, com apoio do GATI, ROCAM, e guarnições táticas de Tabira e Solidão, montaram um cerco à residência dos envolvidos. 
Ao perceberem a aproximação do policiamento, os indivíduos tentaram se desfazer de um pote de plástico jogando-o pelos fundos da casa, ação esta, flagrada pelo efetivo. No recipiente continha algumas “trouxinhas” de maconha pronta para o consumo; cocaína; e 22 (vinte e duas) pedras de crack, pesando respectivamente 16,8g, 2,8g, 3,5g. O envolvido já tem passagem pela polícia pelos crimes de tráfico e aliciamento de menores. Após vistoria na residência, foi localizada e apreendida, uma carteira porta cédulas com uma quantia de R$ 582,00 provavelmente proveniente da comercialização ocorrida na noite anterior. Diante dos fatos, as partes envolvidas juntamente com o material apreendido, foram encaminhados à Delegacia de Plantão, onde o envolvido foi autuado em flagrante delito.

Ameaça e porte de arma branca em Tuparetama - Efetivo do 23º BPM foi solicitado pela assistente social do CRAS (vítima), a qual informou que o acusado, chegou naquele órgão, pedindo pra fazer uma ligação telefônica para a sua mãe, que se encontra no estado da Paraíba. Devido à mesma tê-lo informado que não tinha como realizar ligação interurbana, o acusado começou a ficar alterado, falando em tom alto. Quando o policiamento chegou ao local, constatou a veracidade dos fatos e, ao realizar abordagem no mesmo, foi encontrado, em seu poder, uma faca de mesa e uma ferramenta tipo chuncho. Diante dos fatos, o policiamento conduziu as partes à Delegacia de Polícia local, onde o acusado responderá a um TCO.

Descumprimento de decreto em Solidão - Por solicitação da vigilância sanitária, a Polícia seguiu em apoio para averiguar um possível descumprimento ao Decreto estadual de Pernambuco nº 48.833 de março de 2020, o qual estabelece restrições para o trânsito de pessoas que se encontra em quarentena. Ao chegarem no local, flagraram o acusado que é vendedor, recém chegado de viagem, transitando pelas ruas, descumprindo o referido Decreto, o qual também, já havia sido devidamente orientado pelos profissionais de saúde sobre as suas responsabilidades. Diante do exposto, o mesmo foi conduzido a Delegacia de Polícia local, onde responderá a um TCO.

Postar um comentário

0 Comentários