Policial: agressão em Afogados, violência doméstica em Solidão e roubo em Santa Terezinha

Agressão em Afogados -
A equipe de ROCAM foi acionada para verificar uma ocorrência de violência doméstica. O policiamento ao se aproximar do local percebeu o acusado discutindo com a vítima e que ao avistá-los se evadiu, foi feito rondas na no intuito de localizá-lo, porém sem êxito. A vítima informou que o acusado, seu companheiro, chegou do trabalho e durante uma conversa ambos começaram a discutir, onde o mesmo lhe agrediu fisicamente, causando um hematoma em sua testa. Além disso, ainda relatou que tais agressões são frequentes e que ela tinha uma medida protetiva contra ele e a retirou. Diante dos fatos a ocorrência foi passada à Delegacia de Polícia local, onde será instaurado um inquérito.

Violência doméstica em Solidão - A GT ordinária foi solicitada pelo agente de plantão da DP local, para verificar uma denúncia registrada no disque 100. Chegando ao local o efetivo foi informado pela vítima que seu ex-companheiro estava fazendo ameaças de morte por telefone, através de mensagens. O efetivo realizou diligências com o intuito de localizar o imputado, porém sem êxito. Diante dos fatos, a vítima e uma testemunha foram apresentadas na DP de Afogados da Ingazeira, onde será instaurado um inquérito policial para apuração dos fatos.

Roubo em Santa Terezinha - A GT de Santa Terezinha foi informada pelo enteado da vítima que ocorrera um roubo no Sítio Mulungu. O policiamento chegando ao local foi informado pela vítima que um indivíduo magro, pele de cor branca, trajando uma camisa branca e uma calça cinza rasgada, portando uma arma de fogo roubou sua motocicleta Honda CG/150 TITAN, ano 2007, cor preta, placa KIT 8029, fugindo sentido a cidade de Brejinho. A guarnição realizou diligências em conjunto com a equipe do GATI e com o efetivo policial da cidade de Brejinho no intuito de localizar algum suspeito, porém sem êxito. Diante dos fatos, a ocorrência foi repassada à Delegacia de Polícia local, onde será instaurado um inquérito policial.

Postar um comentário

0 Comentários