Polícia divulga detalhes de prisão de acusados de homicídio na zona rural de Afogados da Ingazeira

Em ação conjunta entre a Polícia Civil (20ªDesec/ 167ª) e Polícia Militar (23°BPM e 4ªCIPM), foi dado fiel cumprimento a 02 (dois) Mandados de Prisão Temporários expedidos pelo Juiz de Direito da Vara Criminal da Comarca de Afogados da Ingazeira, em desfavor dos acusados, que foram localizados e presos em suas residências, um na cidade de Tacaratu-PE e o outro em Petrolândia-PE. 

Com ECS foi apreendida uma arma de fogo de fabricação artesanal, tipo “garruncha”, médio calibre, antecarga, numeração não identificada. 

Os acusados ECS e EJN foram conduzidos a delegacia de Afogados da Ingazeira e foram recolhidos a cadeia Pública.

Os acusados foram presos nesta quarta-feira (13), acusados de assassinar o afogadense José Góes de Santana, conhecido por Zezito de Amaro, 72 anos. Zezito foi morto no dia 2 de maio por disparo de arma de fogo e foi encontrado morto em sua residência no sítio Portázio, zona rural de Afogados da Ingazeira.

Relembre o caso:

No final da tarde deste sábado (02) aconteceu um homicídio no sítio Portazio, na divisa com o povoado de Queimada Grande, Afogados da Ingazeira-PE.

Segundo informações, quando familiares de um senhor chamado Zezito de Amaro, 72 anos, pai de Joselito PM, chegaram na residência do mesmo encontraram ele amarrado e com um machado do lado. Apesar do machado ao lado, foi concluído que o crime se deu por disparos de arma de fogo.



Postar um comentário

1 Comentários

  1. Prenderam parabéns, correram atrás né será porque o filho é ou era PM ?

    ResponderExcluir