Governo de PE prorroga até 31 de maio fechamento do comércio e serviços por causa da pandemia

O governo de Pernambuco prorrogou até o dia 31 de maio o decreto que suspende o funcionamento de estabelecimentos comerciais, industriais e prestadores de serviço em Pernambuco, para conter a pandemia do novo coronavírus. No sábado (16), começa a quarentena em cinco cidades do Grande Recife, com restrição de circulação de pessoas, rodízio de carros e uso obrigatório de máscaras.

A medida está em vigor desde o dia 20 de março e não inclui os serviços considerados essenciais. Estão na lista das atividades que não precisam fechar supermercados, padarias, mercadinhos, farmácias, postos de gasolina, casas de ração animal, depósitos de água mineral e gás, além de obras de serviços essenciais, como hospital, abastecimento de água, gás, energia e internet.

O decreto, publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (15), é válido para estabelecimentos de todo o estado, mas a quarentena, que também vigora até 31 de maio, só contempla o Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata.

Postar um comentário

0 Comentários