Sinpol diz que mais de 50 policiais civis estão com coronavírus e alega ‘negligência’ do governo Paulo Câmara

Em comunicado divulgado na manhã desta quinta-feira (16), o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (SINPOL-PE) afirma que mais de 50 policiais civis já foram infectados pelo novo coronavírus. A categoria acusou o governo de Pernambuco de não oferecer proteção aos agentes em trabalho no estado durante a pandemia.

A nota diz que os profissionais com covid-19 são de todas as regiões de Pernambuco, inclusive do Arquipélago de Fernando de Noronha.

“O Sinpol temia e agiu para que não acontecesse – por isso, inclusive, ingressou com várias ações judiciais para resguardar o policial e a população nesse sentido. As delegacias e institutos da Polícia Civil se tornaram verdadeiros locais de contaminação e disseminação do coronavírus. Todos os servidores que estão nesses ambientes, assim como a população que necessita do trabalho deles “in loco”, estão em risco iminente”, diz o Sinpol, em nota.

A representação sindical dos policiais civis ainda acusa o governo Paulo Câmara de negligência em relação à proteção dos profissionais que trabalham durante a pandemia do novo coronavírus.

“O que nos assusta é que infelizmente não há, ou não parece haver, nenhuma preocupação do Governo do Estado com esses servidores, uma vez que não foram postos à disposição equipamentos de proteção individual para suprir a demanda de todos os trabalhadores policiais”, diz o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, presidido por Áureo Cisneiros.

“As unidades policiais (Delegacias, Departamentos e Institutos) já apresentavam falta de condições para atendimento ao público antes mesmo da COVID-19 e agora enfrenta mais esse problema”, complementa o Sinpol.

A categoria também solicitou que a população não compareça às delegacias e institutos da Polícia Civil de Pernambuco, salvo em casos de urgência. Para os casos que não forem inadiáveis, o Sinpol recomenda o uso da internet para registros de boletins de ocorrência, por meio do site https://servicos.sds.pe.gov.br/delegacia/, conforme já havia sido divulgado pela Secretaria de Defesa Social (SDS) em março.

Com a palavra, a Secretaria de Defesa Social, caso julgue necessário.

Postar um comentário

0 Comentários