Policial: furto em Afogados, direção perigosa em Tabira e veículo adulterado em Brejinho

Furto em Afogados da Ingazeira - A GT do Auxiliar de Operações e a equipe de ROCAM fizeram deslocamento para verificar uma denúncia de furto, onde chegando foram informados que um homem foi visto furtando um capacete. A vítima relatou que estava entregando lanches e quando foi pegar os pedidos deixou o capacete na moto, momento que o acusado foi visto cometendo o furto. Diante das informações de quem seria o autor do ato ilícito, a vítima procurou o acusado e ele lhe fez ameaças, dizendo que conhecia o seu patrão e que depois acertaria as contas. O acusado foi localizado sem o capacete, porém posteriormente o objeto furtado foi encontrado escondido em uma árvore, sendo as partes encaminhadas à Delegacia de Polícia local, onde ele foi autuado em flagrante delito.

Direção perigosa em Tabira - Durante a Operação de Combate ao CVLI e CVP, a GT local juntamente com a ROCAM flagraram um indivíduo conduzindo uma motocicleta HONDA POP 110, cor branca, ano 2019, em alta velocidade, colocando em risco a integridade física dos transeuntes. O efetivo deu voz de parada e ao realizar a abordagem, constataram que o condutor não possuía CNH, nem permissão para dirigir. Diante dos fatos, o acusado foi conduzido à Delegacia de Polícia local juntamente com a motocicleta para adoção de medidas cabíveis. Foi lavrado um TCO em desfavor do mesmo. O veículo por estar devidamente legalizado, foi entregue a um condutor habilitado.

Veículo adulterado em Brejinho - Durante rondas, a GT ordinária deparou-se com um indivíduo circulando em uma motocicleta Honda CG 125, cor vermelha, ano 1995, que ao ser consultada a placa no SINESP as características não batiam com a da motocicleta. No decorrer da abordagem, o policiamento verificou que o chassi da referida motocicleta estava pinado e com a placa de outro veículo. O acusado não apresentou documentação do veículo. Diante dos fatos, o veículo e o envolvido foram conduzidos à DP local onde será instaurado um Inquérito.

Postar um comentário

0 Comentários