Primeira paciente diagnosticada com coronavírus em Pernambuco tem cura clínica, anuncia secretário

20 março Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


A Secretaria de Saúde de Pernambuco anunciou, no final da tarde desta sexta-feira (20), a cura clínica da primeira paciente diagnosticada no Estado com o novo coronavírus. A mulher, de 66 anos, estava internada em um hospital privado do Recife, ao lado do marido e da mãe, que seguem hospitalizados em situação estável. O secretário da pasta, André Longo, disse que, nas últimas 24 horas, o número de casos confirmados no Estado aumentou de 28 para 31. Dos três novos casos, dois são de residentes do Recife e um de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana da capital pernambucana.

Os 31 casos confirmados no Estado, nove pessoas estão em ambiente hospitalar - três delas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), porém com quadros estáveis. Os demais se encontram em isolamento domiciliar.

Durante a coletiva desta sexta, o secretário Saúde do Recife, Jailson Corrêa, fez observações sobre o caso da primeira paciente curada da covid-19 em Pernambuco, ressaltando a importância de “achatar a curva” da epidemia de forma que o sistema de Saúde possa oferecer um tratamento adequado a todos os pacientes.

Alta hospitalar

A primeira paciente curada da covid-19 em Pernambuco recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira (20), 15 dias após manifestar os primeiros sintomas da doença e procurar ajuda clínica. A mulher de 66 anos, moradora do bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, havia retornado de viagem à Itália no último dia 29 de fevereiro. Em 5 de março, começou a manifestar os primeiros sintomas - febre, tosse e problemas respiratórios. O marido, de 71 anos, apresentou os mesmos sintomas e também testou positivo para o novo coronavírus.

Desde a admissão hospitalar, no Hospital Português, ambos foram tratados já como casos suspeitos de covid-19 e foram atendidos dentro das recomendações das autoridades de saúde para evitar contaminação. O anúncio dos casos, os primeiros registrados em Pernambuco, foi feito no último dia 12 de março, um dia após a Organização Mundial de Saúde (OMS) mudar o status do novo coronavírus de epidemia para pandemia.

O casal também foi responsável pelo primeiro caso de transmissão local do novo coronavírus no Estado. A mãe da paciente curada, de 97 anos, testou positivo e segue internada no Hospital Português, assim como o genro. Houve ainda a possibilidade de a empregada doméstica do casal, de 49 anos, moradora do bairro do Pina, também na Zona Sul do Recife, ter contraído o vírus, o que foi descartado posteriormente através de exame.

Segundo informações do secretário de Saúde do Estado, André Longo, e do secretário de Saúde do Recife, Jailson Corrêia, durante o tratamento a paciente chegou a utilizar um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O cenário foi utilizado pelos gestores como exemplo para a necessidade de obedecer as restrições impostas pelo governo local para combater a disseminação do novo coronavírus no Estado. “Achatar a curva” de contaminação é o foco principal das ações a fim de garantir que todos os pacientes tenham acesso ao tratamento adequado. (Folha de PE)

0 comentários:

Recent Comments