Coluna O Linguarudo - Não Vou Mentir Para Agradar (11/03/2020)

Quatro vereadores falam de que lado estão em Afogados - Os vereadores, Raimundo Lima, Rivelton Santos, Zé Negão e Wellington JK, participaram do Debate das Dez da Rádio Pajeú FM, desta terça-feira (9). Zé Negão voltou a afirmar ser o único pré-candidato da oposição. Raimundo Lima e Rivelton afirmaram está do lado de Patriota. Já JK reafirmou sua independência.

Carlos Evandro continua inelegível em Serra Talhada, diz Ministra do STJ - A ministra Regina Helena Costa, do Superior Tribunal de Justiça, indeferiu o recurso do ex-prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro, do Avante. Ele ingressou contra a decisão de instâncias inferiores que o julgou ficha suja por ter contas rejeitadas em sua gestão, o que configurou crime de improbidade administrativa. Ainda cabe apelar ao Supremo, mas advogados ouvidos pelo blog do Magno acham que ele não reverte. Diante disso, Evandro, em quem o deputado Sebastião Oliveira apostava todas as fichas para disputar a s ucess&at ilde;o do prefeito Luciano Duque (PT). O advogado Walber Agra informou que os escritórios que defendem Carlos Evandro estão muito tranquilos acerca de sua elegibilidade para as próximas eleições municipais. (Rádio Vivo)

Urnas – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rebateu declarações do presidente Bolsonaro, sobre ter sido vítima de fraude no primeiro turno de 2018. “O TSE reafirma a absoluta confiabilidade e segurança do sistema eletrônico de votação e, sobretudo, a sua auditabilidade, a permitir a apuração de eventuais denúncias e suspeitas, sem que jamais tenha sido comprovado um caso de fraude, ao longo de mais de 20 anos de sua utilização”, diz a nota oficial.

Deputado João Paulo convoca para manifestações contra Governo Federal - Em discurso nesta terça (10), o deputado João Paulo (PCdoB) convocou a população a participar de dois protestos previstos para o mês de março em várias cidades brasileiras. O parlamentar referiu-se ao ato que marcará os dois anos do assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco, no próximo dia 14, e ao evento que, no dia 18, reunirá manifestantes em defesa da educação e dos serviços públicos no Brasil. “Estaremos nas ruas quantas vezes forem necessárias para salvaguardar a democracia e impedir a instalação definitiva do reinado das trevas em nosso País”, afirmou, em crítica ao governo do presidente Jair Bolsonaro. Segundo João Paulo, as manifestações terão em comum as bandeiras da liberdade, da defesa do Estado de Direito e da liberdade de imprensa. “Infelizmente, não faltam motivos para irmos às ruas”, concluiu.

Perguntar não ofende! Algum avanço no esporte amador da região?

Postar um comentário

0 Comentários