Sport goleia o Afogados por 4x0

29 fevereiro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Time do Afogados entrou em campo com uma faixa em agradecimento 
após a classificação na Copa do Brasil (Foto: Camila Alves)

Depois de mais um mês em baixa, o Sport reencontrou o caminho da vitória ao bater o Afogados da Ingazeira em grande estilo, por 4X0, na tarde deste sábado (29), na Ilha do Retiro. O duelo foi válido pela sétima rodada do Campeonato Pernambucano. Os gols foram anotados duas vezes por Hernane Brocador, de pênalti, Marquinhos e Yan, responsáveis por colocar o time da Praça da Bandeira na quinta posição, com 10 pontos. Já a Coruja caiu para a sexta colocação, com 9 pontos somados.

Em reencontro com a Ilha do Retiro, após a derrota para o Salgueiro fora de casa, o Sport começou a todo vapor na partida. Precisando da vitória para abandonar a zona de rebaixamento, o time comandado por Daniel Paulista se lança ao ataque, com Raul Prata pela lateral direita fazendo boas articulações com Barcía mais avançado. O início promissor do uruguaio, no entanto, não durou muito tempo. Após sentir um desconforto na posterior da coxa direita, o camisa 11 teve que deixar o campo, dando espaço para o jovem Yan. Ao ritmo da grande velocidade em que seguia o jogo, os lances polêmicos, aos poucos, foram ganhando espaço. Depois de choque, Marquinhos caiu na área e reclamou de pênalti, mas o árbitro mandou seguir. De tanta insistência, a recompensa.

Aos 11, Hermane sofreu pênalti, dessa vez incontestável, após ser derrubado pelo goleiro Wallef na área. Afiado, o camisa 9 bateu firme no meio do gol e abriu o placar para o Leão. Depois do triunfo, os dois times tomaram reações opostas. O Sport se dedicou a segurar mais a marcação, enquanto a Coruja foi mais agressiva e passou a construir algumas jogadas ofensivas, mesmo sem tanto ímpeto. Não adiantou, era mesmo dia de Leão. Sander recebeu lançamento, avançou, e cruzou de direita para Brocador, que desviou de cabeça para trás e deixou Marquinhos com a sobra para chutar fraco no cantinho esquerdo de Wallef, que aceitou.

O segundo tento foi o respiro que o Rubro-negro precisava para rodar a bola em campo. Se no início da partida Raul Prata era a opção mais acionada pelo lado direito, com o jogo controlado, o Leão passou a administrar o jogo pela ponta esquerda, com Sander avançando em algumas ocasiões e Mugni chegando para receber. O duelo, então, caiu em intensidade. Ainda no primeiro tempo, Pedro Manta impôs Erivelton e Rodrigo nas vagas de Matheus Sacramento e Philip, respectivamente. Mas não surtiu efeito.

Assim como na etapa inicial, o time rubro-negro começou impondo o ritmo de jogo. Mugni cruzou e no bate e volta, a zaga do Afogados afastou o perigo com Thalison. Após cruzamento na área, o lateral-esquerdo da Coruja colocou a mão na bola aos 19 e, prontamente, o árbitro assinalou o pênalti. O segundo do jogo para o Sport. Mais uma vez, Brocador foi para a cobrança e não desperdiçou. Tendo em vista o jejum de mais de um mês sem vencer, o resultado já estava de bom tamanho para o Leão. Mas Yan não quis saber dessa história e também deixou a marca dele, após receber livre de Marquinhos e bater de primeira no canto direito de Wallef, aos 25 da segunda etapa. O Rubro-negro continuou controlando a partida, esperando apenas o apito final do árbitro para soltar o grito de alívio.

Ficha técnica

Sport 4
Luan Polli; Raul Prata, Cleberson, Adryelson e Sander; Willian Farias, Rithely e Lucas Mugni; Barcía (Yan) (Ewerton), Marquinhos (João Igor) e Hernane. Técnico: Daniel Paulista.

Afogados 0
Wallef; Jader, Márcio, Heverton e Thalison; Diego Teles, William Gaúcho, Matheus Sacramento (Erivelton) e Candinho (Nem); Philip (Rodrigo) e Diego Ceará. Técnico: Pedro Manta.

Local: Ilha do Retiro (Recife/PE)
Árbitro: César Leite;
Assistentes: Ricardo Chianca e Dhiego Cavalcanti.
Cartões amarelos: Wallef (Afogados), Pedro Manta (Afogados), Raul Prata (SPT), Hernane (SPT) e Márcio (Afogados), Jader (Afogados), Thalison (Afogados), Rodrigo (Afogados), Cleberson (SPT), Willian Farias (SPT)
Cartão vermelho:
Gols: Hernane Brocador (aos 11’ do 1ºT), Marquinhos (aos 22’ do 1ºT), Brocador (aos 19 do 2ºT), Yan (aos 25’ 2ºT)
Público: 4.587

0 comentários:

Recent Comments