Coluna O Linguarudo: profissão secretário!, sem conversa fiada e as polêmicas da região

05 dezembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Profissão secretário! - Tem secretários se perpetuando no cargo no Pajeú, vai ter renovação ano que vem ou vai continuar do mesmo jeito. Com a palavra os pré-candidatos.

Sem conversa fiada – O Congresso manteve o veto presidencial às inserções de propaganda eleitoral no rádio e na TV em ano não eleitoral. Traduzindo, são aquelas chamadas de 30 segundos propagadas ao longo da programação das emissoras nas quais quem assistia a novela, por exemplo, era forçado a ouvir começa fiada de político. Ponto para Bolsonaro. (Magno Martins)

Avante – O deputado Sebastião Oliveira, de saída do PL, se dedicou, nos últimos dias, à organização do primeiro encontro estadual do Avante, amanhã, em Gravatá. Atrairá uma penca de filiados, prefeitos, vereadores e candidatos às eleições do ano que vem. Sua meta é eleger mais de 40 prefeitos. (Magno Martins)

Tarcísio Firmino ex-prefeito de Água Branca toma rasteira de ex-candidato a deputado que ele apoiou - O ex-prefeito de Água Branca, Tarcísio Firmino, deve estar se perguntando onde foi que ele errou. Deu esplêndida votação ao então candidato João Azevedo. Votou no denominado candidato da terra para deputado estadual, o médico e vice-prefeito de Princesa Isabel Aledson Moura. Mas agora viu seu afilhado, que gerenciava a Região de Saúde, Edísio Francisco da Silva, ser substituído por Maria Alany de Sousa Moura, irmã do candida to a deputado que recebeu seus votos em 2018. Alany era a diretora da UPA de Princesa. Saiu de lá promovida ao cargo de Gerente da Região de Saúde. Edisio era gerente e foi rebaixado ao cargo de diretor da UPA. Convém lembrar que a UPA de Princesa foi alvo de denúncias dentro da Operação Calvário. Muy amigo em Dr. Aledson??? (Por Anchieta Santos)

0 comentários:

Recent Comments