Universitária sofre aborto e rouba bebê para não decepcionar namorado

30 novembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Parece história de novela. Uma estudante universitária de 23 anos foi presa após roubar um bebê no Hospital Regional de Taguatinga, no Distrito Federal. De acordo com a polícia, Daiane Fonseca dos Santos sofreu um aborto espontâneo há cerca de três meses e continuou simulando uma gravidez, com medo de decepcionar o namorado.

Daiane sequestrou o recém-nascido Miguel Pietro no hospital na quinta-feira (28). Ela passou horas na unidade conversando com as mães e se passando por uma funcionária. A mãe da criança estava sozinha e entregou o filho à universitária depois de Daiane mentir dizendo que levaria o bebê para realizar exames. A suspeita colocou o menino em uma bolsa, saiu do hospital com ele e o levou para casa.

Na residência, ela simulou um parto no chão do banheiro utilizando sangue falso e panos. Ela ainda chamou o Samu, que a levou para o Hospital Regional de Ceilândia. Lá, a polícia foi acionada pela equipe da unidade, que percebeu que a criança já tinha tomado vacinas.

Daiane foi presa em flagrante e confessou o crime. Ela vai responder ao processo em liberdade. A estudante teria se infiltrado no hospital três vezes para conhecer o espaço, usando um jaleco da universidade onde cursa fonoaudiologia.

O Hospital Regional de Taguatinga afirmou em nota que toda a rede pública de saúde foi colocada em estado de alerta após o sequestro do recém-nascido e que os médicos de Ceilândia acionaram as autoridades imediatamente após perceberem que o bebê já tinha características de atendimento médico. A Secretaria de Saúde do Distrito Federal lamentou o caso e prometeu aprimorar a segurança. (OP 9)

0 comentários:

Recent Comments