Adeppe emite nota em apoio ao Delegado Titular de Afogados

23 novembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


A Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco manifesta apoio ao Delegado Titular de Afogados da Ingazeira ao mesmo tempo em que refuta a nota oficial divulgada pela OAB-PE, acerca de incidente ocorrido na Delegacia Municipal de Afogados da Ingazeira, envolvendo um Advogado e o Delegado de Polícia Titular.

Sem sequer ouvir sua representante local, tampouco a parte contrária, a entidade representativa dos advogados acusou o delegado de polícia de condutas graves e extremamente reprováveis, desprezando, assim, o contraditório e a ampla defesa, princípios fundamentais e basilares da democracia brasileira.

Segundo a nota, o advogado “foi alvo de uma grave investida contra a sua liberdade profissional”, porém, segundo relato contido no Ofício nº 47/2019, da lavra da referida autoridade policial, dirigido à Presidente da Subseccional da OAB, o delegado esclarece que o advogado envolvido no incidente queria participar de oitiva de adolescente, em procedimento resguardado pelo segredo de justiça, sem estar constituído para tal ato e com expressa recusa do representante legal do menor de idade para lhe assistir, razão pela qual foi convidado a deixar o ambiente a fim de dar prosseguimento à entrevista da testemunha, atendendo a normas constitucionais e do estatuto da criança do adolescente, em prol da proteção ao melhor interesse da criança e do adolescente.

Ademais, a Adeppe reconhece a importância histórica e democrática da OAB e entende serem precipitadas e infundadas as acusações tecidas com ausência de cautelosa apuração dos fatos.

A DIRETORIA

0 comentários:

Recent Comments