Coluna O Linguarudo - Não Vou Mentir Para Agradar (05/08/2019)

05 agosto Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Líder do PT diz que o Brasil está sendo gerido por um “desequilibrado” - “Não podemos mais tampar o sol com a peneira. Nós estamos sendo governados por um desequilibrado, que tem traços de personalidade claramente contrários à democracia”, disse o líder da bancada do PT na Câmara Federal, deputado Paulo Pimenta (RS) ao jornal “Correio Braziliense” sobre as afirmações de Jair Bolsonaro sobre o desaparecimento do estudante Fernando Santa Cruz Oliveira em fevereiro de 1974, no Rio de Janeiro. Segundo Pimenta, Bolsonaro faz “apologia à ditadura, ao crime, à tortura e ao crime contra a humanidade” e tem obrigação ética de informar à sociedade brasileira onde Fernando Santa Cruz foi morto e onde está o corpo. Porque ele foi assassinado e a família busca essa resposta há décadas, assim como o ex-deputado Rubens Paiva e tantos outros. A ditadura sempre negou esses crime. Mas talvez ele (Bolsonaro) tenha informações privilegiadas para dar à sociedade brasileira”, acrescentou. 

Gilmar Mendes ataca Lava Jato: 'Organização criminosa para investigar pessoas' - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, mostrou toda a sua indignação e irritação contra a força-tarefa da Lava Jato durante uma entrevista ao jornal Correio Braziliense, realizada na quinta-feira e publicada neste domingo (4). As críticas ocorrem após mensagens vazadas mostrarem que, supostamente, o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato no Paraná, e outros integrantes do Ministério Público Federal conversaram sobre uma investigação contra ele e o presidente da Corte, Dias Toffoli, a partir de suas esposas. A reação em torno do caso, que veio à tona após divulgação das mensagens pelo site The Intercept Brasil e veículos parceiros, começou na semana passada, com decisões determinando o envio das mensagens ao tribunal. Na longa entrevista, Mendes, que é crítico a determinadas ações policiais e medidas judiciais (a exemplo da condução coercitiva) indica falhas em órgãos de correção, para impedir erros e abusos por parte dos integrantes da força-tarefa. O magistrado diz que faltou experiência por parte dos procuradores e que condutas de integrantes da Lava-Jato evidenciam a existência de uma “Orcrim”. “Há uma organização criminosa para investigar pessoas.”

Moro diz que doou R$ 10 mil recebidos em palestra e que escondeu doação para evitar ‘inadequada autopromoção’ - R$ 10 mil recebidos em 2016 por uma palestra sobre corrupção, em Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre, foram doados pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, à entidade filantrópica Pequeno Cotolengo. Moro afirmou na tarde deste domingo (04), no Twitter, que a doação foi feita pela contratante a pedido dele. Na ocasião, Moro era juiz federal. A conferência de Moro não foi registrada na época no cadastro eletrônico do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) porque, de acordo com ele, o registro foi criado em 2017. Moro afirmou na rede social que a palestra foi realizada “à luz do dia” com doação dos valores à caridade, a entidade de pessoas com deficiência. O ministro da Justiça e Segurança Pública disse, no entanto, que na ocasião não foi “totalmente sincero”. “Escondi a doação à caridade decorrente da palestra, pois achei soar como inadequada autopromoção”, disse na postagem. Moro pediu desculpas.

Em Pernambuco 13º do Bolsa Família vai demorar – O pagamento do 13º do Bolsa Família estadual só será pago em fevereiro, março e abril do ano que vem, mas o secretário responsável pela área, Sileno Guedes, faz propaganda antecipada pelo Interior, como na última sexta-feira, em Sirinhaém, na Zona da Mata.

0 comentários:

Recent Comments