Coluna O Linguarudo - Não Vou Mentir Para Agradar (12/08/2019)

12 agosto Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Indiferente à “fritura”, Tavares continua à frente da Compesa - Indiferente às “notinhas” plantadas pelo Palácio do Governo, e não desmentidas até agora, de que seus dias à frente da Compesa estão contados, o presidente Roberto Tavares não está ligando para essas matérias. Nesta sexta-feira (9), visitou as obras da Adutora do Alto Capibaribe, em Barra de São Miguel, na Paraíba, além da construção do esgotamento sanitário de Santa Cruz do Capibaribe. (Inaldo Sampaio)

PF faz buscas em endereços ligados a Fernando Pimentel - A Polícia Federal (PF) realiza, na manhã de hoje, a Operação Monograma contra crimes eleitorais e lavagem de dinheiro. Estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT).

Honestidade – Bolsonaro provocou, mais uma vez, ontem, a TV Globo. Numa entrevista sobre o dia dos pais, pegou o microfone da emissora e a desafiou a jogar no ar a música Chuva de honestidade, do meu amigo Flávio Leandro. Só espero que o cantor agora entre na mídia nacional.

Para história - Desde a sua fundação em 1980 que o PT disputou absolutamente todas as eleições municipais do Recife. A primeira em 1985 com Bruno Martiniano, Humberto Costa foi o nome em 1988, 1992 e 2012, João Paulo foi em 1996, 2000, 2004 e 2016 e João da Costa em 2008. Se a aliança com o PSB prosperar em 2020 será a primeira vez na história que o PT não terá candidato próprio a prefeito do Recife.

Ministra defende agrotóxicos - A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e especialistas escolhidos por ela rebateram pesquisas que mostram a liderança mundial do Brasil no uso de agrotóxicos, a falta de segurança dos produtos usados no País e utilização de defensivos proibidos em outros locais. “Há pesticidas que são usados aqui e não na Europa porque eles não têm a mesma cultura. O Brasil não utiliza nada que não pode ser usado”, disse ela.

Advogado responde a processo por ”falar demais” com a imprensa - O advogado Rômulo Saraiva pode ser punido pela OAB de Pernambuco simplesmente por ter concedido muitas entrevistas à imprensa. O processo administrativo, aberto em 2014 pela entidade, se baseia em uma resolução estadual que nem existe mais e está previsto para ser julgado em 5 de setembro, pelo Tribunal de Ética e Disciplina. A resolução em questão – nº 08/2013 – visava coibir a autopromoção de advogados. No texto, a OAB/PE dizia notar “crescentes abusos” de “publicidades irregulares dos serviços de advocacia, além de outros meios reprováveis de captação de clientela”. E inclua-se, nesse critério, a concessão de entrevistas de forma ostensiva. A regra se aplicava a todo mundo, exceto aos membros de comissões e diretorias da instituição.

0 comentários:

Recent Comments