Emoção marcou solenidade de homenagens em Afogados da Ingazeira

28 junho Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


A solenidade conjunta, Prefeitura e Câmara, que concedeu títulos de cidadão Afogadense, moções de aplauso e medalhas do mérito Dom Francisco, foi marcada por muita emoção. As distinções e honrarias são destinadas a personalidades e instituições que contribuem ou contribuíram para o fortalecimento de Afogados da Ingazeira como importante pólo regional, não apenas de desenvolvimento econômico, mas de cidade referência para várias iniciativas que tem melhorado a vida das pessoas.

Logo no início do evento, tomou posse o mais novo vereador de Afogados, Rivélton Santos, que assume a vaga aberta com a renúncia do agora ex-vereador Franklin Nazário. Emocionado ao citar o seu sogro, Luiz Alves, recentemente falecido, Rivélton agradeceu a todos os que o ajudaram na eleição e se comprometeu a trabalhar por iniciativas que melhorem a vida do povo afogadense.

Estiveram presentes, além do Prefeito José Patriota e do vice, Alessandro Palmeira, os vereadores Igor Mariano, Wellington JK, Luiz Besourão, Augusto Martins, Agnaldo Rodrigues, Daniel Valadares, Cícero Miguel, Rubinho do São João, Sargento Argemiro, Raimundo Lima e Reinaldo Lima. Participaram também da solenidade, o Monsenhor João Carlos Accioly Paes, o ex-prefeito Totonho Valadares, o coordenador da Citetran, Heleno Mariano e o ex-vice prefeito de Afogados, José Ulisses.

O Afogados da Ingazeira Futebol Clube recebeu moção de aplauso pela excelente campanha no Pernambucano 2019, e foi representado pelo médico do clube, Roberto Vicente. “Patriota foi o grande incentivador desse time não só pelo apoio institucional que deu ao clube, decisivo para nossas conquistas, mas também por ser esse torcedor fiel, que sempre esteve em campo, na torcida, sempre que a agenda permitiu”, destacou Dr. Roberto.

Também receberam moções de aplauso o radialista Nill Júnior, pela sua recente eleição a Presidente da ASSERPE e o novo comandante do 23º BPM, José Alecsandro de Oliveira. A câmara de vereadores concedeu títulos de cidadão afogadense a educadora Maria José Accioly, Secretária adjunta de educação de Afogados (homenagem de autoria do Vereador Raimundo Lima) e a empresária Márcia Moura (de autoria do Vereador Wellington JK).

MEDALHAS DA ORDEM DO MÉRITO DOM FRANCISCO – A honraria foi criada pela lei nº 659/2016, com o objetivo de homenagear pessoas físicas ou jurídicas que tenham prestado relevantes serviços para o crescimento humano ou econômico do município.

Os homenageados deste ano foram a Gerência Regional de Educação do Sertão do Pajeú, representada pela atual gestora, Miriam Nogueira; Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras rurais de Afogados, representado pelo seu Presidente, João Alves; Diaconia, representada por sua coordenadora geral, Waneska Bonfim; Aniceto Elias de Brito, representado pelo poeta Diomedes Mariano; Edson Moura; Suely Brasil; Manuel Aarão, representado pela Sra. Maria do Carmo Rocha; ex-vereador Luiz Alves, representado pela neta, Laísa Amanda; Antônio Marques dos Santos, representado pelo irmão, Albino Marques; e Estela Araújo, representada pelo seu sobrinho, o Vice-Prefeito, Alessandro Palmeira.

“Afogados é uma cidade muito importante para nós, estamos aqui há quarenta anos, com inúmeras experiências que tem sido referência para o Brasil,” afirmou a coordenadora geral de Diaconia, agradecendo ao Prefeito José Patriota pela parceria em diversas iniciativas de sustentabilidade e pela doação do terreno onde será construída a sede própria da entidade em Afogados.

Representando o comerciante Aniceto Elias de Brito, o poeta Diomedes Mariano destacou a emoção com que a homenagem foi recebida e destacou a importância de Aniceto para o desenvolvimento do comércio de Afogados, tornando “o Borbão” em uma grande escola para tantos empreendedores locais. O médico Edson Moura, por sua vez, afirmou que foi no Pajeú que sua família construiu sua trajetória. “Meu pai sempre me dizia, não acredite em milagres, acredite na força do seu trabalho. E foi assim que fizemos. Quero parabenizar o Prefeito Patriota pelo excelente trabalho que realiza, fazendo com que afogados hoje dispute não mais com as cidades do alto Pajeú, mas com serra talhada”, afirmou Dr. Edson Moura.

Outra homenageada, a liderança comunitária e popular Suely Brasil, emocionou-se ao relembrar a sua caminhada, a influência de Dom Francisco em sua trajetória e agradeceu a medalha recebida.

Em outro momento de bastante emoção, o vice-prefeito Alessandro Palmeira teve dificuldade em falar, em conter o pranto, ao relembrar a sua tia Estela Araújo. “Essa homenagem já estava prevista antes do falecimento dela, não seria uma homenagem póstuma. Lembro que ao darmos a notícia, ela ficou bastante emocionada e feliz, honrada por você não ter mudado, Patriota. Me disse que estava feliz em ver que você continuava olhando pelos mais pobres, que você não tinha esquecido dos ensinamentos de Dom Francisco,” declarou Alessandro Palmeira. Ao final do seu depoimento emocionado, ele chamou ao palco para compartilhar com ele a homenagem, a filha adotiva de Estela, Lidiane, assim como sua filha, ítala, as quais Sandrinho repassou a medalha.

O evento foi finalizado com o depoimento do Prefeito José Patriota. “Quando nos reunimos nesse momento, muito da história de Afogados é revivido e revisitado pela história de luta e vida dos homenageados e das homenageadas, pessoas e instituições. Independente de cor, raça, condição social, a homenagem é fruto do reconhecimento do trabalho de todos. Tenho certeza de que todas as homenagens de hoje honram e referenciam a trajetória de nosso querido e saudoso Dom Francisco,” finalizou Patriota.











0 comentários:

Recent Comments