Deputado William Brígido cobra investigação sobre alta no preço do gás de cozinha em Serra Talhada

21 fevereiro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Vereadores e membros de movimentos populares, que denunciam a existência de um cartel formado em Serra Talhada para a revenda de gás de cozinha, ganharam um aliado na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). No pequeno expediente de ontem, 20, o deputado estadual William Brígido (PRB) cobrou uma investigação para averiguar os preços praticados na cidade.

Após citar que o gás é vendido em Serra Talhada por valores que oscilam entre R$ 85 e R$ 100, o deputado fez um comparativo com outra grande cidade da região. “Em Petrolina, uma cidade que exige uma viagem maior para os caminhões que fazem a distribuição do produto, o botijão é vendido a R$ 55. Como esse mesmo produto pode alcançar R$ 100 em Serra Talhada?”, indagou.

O deputado cobrou que o Ministério Público abra uma investigação para apurar a suspeita de cartel na revenda do produto na ‘Capital do Xaxado’.

0 comentários:

Recent Comments