Serra Talhada vira a capital cultural do país acolhendo grandes artistas, grupos, escritores e pesquisadores da cultura

É chegada a hora, pessoal! A partir desta segunda-feira (23), Serra Talhada transforma-se na capital da cultura no país recebendo, até o próximo dia 29, o que há de melhor na cultura popular brasileira durante o 9º Encontro das Culturas Populares e Tradicionais. Ao longo da semana, o município terá a honra de acolher grandes nomes e grupos que militam e resistem bravamente preservando suas raízes e tradições. A Velha Guarda da Mangueira, Quinteto Violado, Coco Raízes de Arcoverde, Lia de Itamaracá, Mestres do Carimbó, Pereira da Viola, Oliveira de Penelas, Cabras de Lampião, Josildo Sá, Nádia Maia, Assissão e Nonatos são algumas das estrelas que passarão no polo de atrações, o Palco Lampião, montado na Estação do Forró, no bairro São Cristóvão.

Mas o evento não fica só na música e dança, não. O seminário Cultura e Pensamento será também um dos pontos altos do encontro recebendo pesquisadores e intelectuais de várias partes do Brasil. Dentre eles os renomados escritores Raimundo Carrero e Bráulio Tavares, que irão debater os rumos da produção cultural na mesa “Arte na Diversidade Cultural – Ética e Estética”, marcada para a próxima sexta-feira (27). No sábado (28), a pauta do seminário é sobre “O protagonismo cultural e o diálogo entre os saberes” e “A influência do Sertão nas identidades culturais do povo brasileiro”. O evento vai estimular ainda, durante esta semana, o encontro de diversos colegiados e pontos de culturas estimulando a troca de experiências entre os produtores.

A expetativa é que Serra Talhada receba cerca de três mil artistas de todo o país nos próximos dias. Além da dança, da música e da reflexão cultural, o 9º Encontro de Culturas Populares abre espaço também esta semana para o cinema, com a Mostra Lula Gonzaga, onde serão exibidos 11 filmes de realizadores pernambucanos no bairro Caxixola. O evento trará ainda uma semana repleta de oficinas culturais que começam a partir desta terça-feira (24), oferecendo conhecimento sobre filmagem, edição e realização de vídeos, fotografia e tratamento de imagens, gestão colaborativa e economia solidária, gravação e mixagem de áudio, conservação de acervos em papel, áudio visual e educação, noções de leitura dramatizada para adultos, preservação do patrimônio imaterial e sua relação com as políticas públicas no âmbito do Ministério da Cultura.

O 9º Encontro das Culturas Populares afirma as várias estéticas da cultura popular como o Fandango, Samba, Maracatu, Capoeira, Aboio, Reisado, Chegança, Boi, Cavalo Marinho, Carimbó, Samba de Roda, Quadrilha, Caretas, Bicharada, Folia, Embolada, Cantoria, Burra, Boi de Caboclinho, Coco de Roda, Samba de Bumbo, Congo, Forró, Xaxado, São Gonçalo, Frevo, Hip Hop e Mamulengo. O evento tem além de cortejos e shows de palco, espetáculos na feira e no terreiro de Pai Hebert.

Idealizado pela Rede das Culturas Populares, o 9º Encontro é articulado em Pernambuco pela Conexão Pontos de Cultura, Fundação Cabras de Lampião em parceria com o Ponto de Cultura Invenção Brasileira de Brasília. Na execução, estão à frente a Prefeitura de Serra Talhada, através da Secretaria de Cultura, Funarte e o Ministério da Cultura com o apoio de instituições públicas e privadas como IPHAN, Fundarpe, Fundação Cultural Palmares, Universidade do Estado da Bahia, Fundação Joaquim Nabuco, Maracatu Estrela de Ouro de Aliança, AFAV e Cinema de Animação.

Postar um comentário

0 Comentários