Beco Abandonado em São José do Egito

08 março Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Durante todas as gestões que passaram em nossa cidade, após esta rua ser calçada, este local foi abandonado por todas. 

Aqui se resume a colocar um pouco de asfalto em algumas crateras que são abertas pela chuva ou até mesmo pelo trânsito. 

A lateral da Casa Ligth está sendo infiltrada pela água que passa na rua.

A iluminação pública é um caos. Pessoas que a noite precisam transitar neste “beco” ficam expostos aos perigos dos buracos e da escuridão, em especial, os idosos. 

A rua paralela, Rua Professor Édson Simões, quando chove entra água nas casas que represam dos esgotos, e a desculpa é que será necessário um trabalho de construção de uma galeria que demanda muito recurso financeiro. 

Eu também acredito que enquanto isto não for executado o problema irá continuar, porém desconheço a visita de um Engenheiro ou de um projeto que tenha sido elaborado com a intenção de sanar o problema. 

Pois se o município não tem recursos, porque não procurar o Governo do Estado para celebração de convênios para resolução de problemas que vêm prejudicando a população há anos, pois é através deste “beco” e da Rua Professor Edson Simões que se faz o fluxo de veículos para o Bairro São Borja, onde já existe um número significativo de comércios, contando ainda com escolas, posto de saúde e grande fluxo de veículos e pessoas. 

Precisamos repensar o modelo de política pública que vem sendo trabalhado pelos gestores em nossos municípios, pois até que se prove o contrário, desconhecem o que seja Patrimônio Público e a Importância de sua Conservação.
 

0 comentários:

Recent Comments