Duque: 'Eu acho que ele (Márcio) desistiu sem desistir. Ele está mais candidato do que antes'

30 janeiro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Além de listar obras e ações que estão sendo tocadas e asseguradas pela sua gestão, o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT) falou sobre a decisão de Márcio Oliveira (PSD), seu vice, em deixar a fila de pré-candidatos à Prefeitura da mesma cidade.

“Eu acho que ele desistiu sem desistir. Ele está mais candidato do que antes. Acho que é estratégia”, sustentou o prefeito.

Durante entrevista ontem, terça-feira (29), ao comunicador, Anderson Tennens, Duque cravou uma data para lançar o nome que irá concorrer às eleições municipais de 2020, garantido que não terá dificuldades para escolher, dentre os 14 nomes quem vai entrar na disputa pela cadeira de prefeito da Capital do Xaxado.

“... até junho daria para a gente construir esse processo com muita maturidade e muita sabedoria e eu creio que não vamos ter muita dificuldade nessa construção, não”. Disse o líder político.

Duque ainda aproveitou a entrevista, para mandar um recado para os seus opositores e analistas políticos de plantão. Carlos Evandro, por exemplo, ex-prefeito da cidade foi o que teceu o comentário mais duro. Em entrevista a Júnior Campos, Carlos aconselhou os auxiliares de Duque que são pré-candidatos a entregarem os cargos. 

“Tem gente que fica tirando onda e gozando… Ah, tem um monte de candidato… Mas as pessoas têm que entender que numa democracia, como se as pessoas dentro de uma democracia as pessoas não pudessem colocar seu nome. Isso não é demérito nenhum. Evidentemente que num processo escolha de candidatura vai haver um afunilamento e lá na frente vão haver menos nomes. Porque alguns vão começando a entender que seu nome não decolou e vão apoiando os outros e isso o grupo é bastante maduro para entender,” explicou Luciano. (Júnior Campos)

0 comentários:

Recent Comments