Policial: recaptura de reeducando em Afogados, ameaça e porte de arma de fogo em Solidão e lesão corporal em Santa Terezinha

29 dezembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Recaptura de reeducando em Afogados - Após informação de que o conduzido havia violado a tornozeleira eletrônica e que havia uma solicitação de recaptura, o efetivo da Rocam localizou o reeducando que ao ser indagado sobre o que teria feito com a tornozeleira eletrônica, negou ter Mandado de Recolhimento, alegando ter sido liberado sem tornozeleira e sem alvará de soltura. Após consulta realizada junto ao núcleo de rastreamento e monitoramento, foi constatado que de fato havia uma solicitação de recaptura. Ao ser informado de que estava sendo recapturado, foi solicitado que informasse o paradeiro da tornozeleira, sendo comunicado que estava em sua residência, onde foi localizada envolta de um papel alumínio, sendo em seguida este encaminhado a Delegacia de Polícia para as medidas cabíveis.

Ameaça e porte de arma de fogo em Solidão - A GT foi acionada pela permanência da 2ª CPM, a qual informou que na zona rural havia uma denuncia de ameaça e porte de arma de fogo. Chegando ao local, a vítima informou para o policiamento, que o imputado J. L. a ameaçou com uma espingarda caseira, tipo soca-soca, e que depois se evadiu do local. Após alguns instantes o imputado ligou para guarnição no intuito de se apresentar juntamente com a referida arma. Os envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Afogados da Ingazeira, onde o imputado foi autuado em flagrante delito.

Lesão corporal em Santa Terezinha - A GT foi solicitada pelo agente plantonista da DP local, o qual informou ter havido uma confusão nas proximidades do mercado Boa Hora e que a envolvida 01 encontrava-se na DP. Ao chegar à Delegacia, a envolvida 01 relatou que após sair do mercado, encontrou a envolvida 02, com quem já possui desavença, e que após discutirem, entraram em luta corporal, momento que outras mulheres parentes da envolvida 02 se envolveram também. Diante das informações, a GT realizou diligências e localizaram a envolvida 02 em sua residência, a qual confirmou sua participação na briga e alegou que só iniciou a referida confusão, devido a envolvida 01 ter escarrado em sua filha. As demais mulheres envolvidas não foram localizadas, mas as envolvidas 01 e 02 apresentaram escoriações e foram conduzidas à DP local, para serem tomadas as medidas legais cabíveis.

0 comentários:

Recent Comments