Júri condena réu a 19 anos por assassinato de mulher em Afogados

28 novembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Júlio Lima Machado Moraes Mascena, 23 anos, foi condenado a dezenove anos de prisão pelo homicídio de Maria Valdéria da Silva Souza (Beta), doméstica, 37 anos. 

O corpo da vítima foi encontrado às margens da PE-320, na entrada do sítio Covoadas, zona rural de Afogados da Ingazeira em janeiro do ano passado. 

O exame identificou que Valdéria foi morta com um tiro no abdômen. Também que estava grávida de gêmeos.

Em março do mesmo ano Júlio foi preso. Após investigação descobriu-se que Júlio cometeu o crime por conta da gravidez de "Beta". A principio tentou forçar a vítima a abortar, a fim de resguardar outra relação estável que tinha a época. Júlio matou a vítima com um tiro no abdômen dado de um revólver calibre 38. 

As qualificadoras são feminicídio, motivo fútil, modo que dificultou a defesa da vítima e meio cruel.

0 comentários:

Recent Comments