Gari um profissional que merece valorização

13 novembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Por Tarcízio Leite - Dentre as diversas datas comemorativas, você sabe qual a data em que se comemora o dia do Gari?

Você sabe quais os critérios que o gestor de sua cidade utiliza para contratação do Gari? ou Gari é simplesmente uma pessoa que não tem uma profissão?

Gari é uma profissão regulamentada pelo Ministério do Trabalho, cujo CBO – Classificação Brasileira de Ocupações é 514215, com um piso salarial de R$ 954,00, ou seja, salário mínimo para uma jornada de 44 horas semanais.

A contratação destes profissionais, que estão sempre presentes nas Secretarias Municipais de Infraestrutura ou limpeza pública, poderá ser realizada através de empresas terceirizadas ou através do poder público municipal, quando o ingresso deverá ser realizado apenas por meio de concurso público, devendo o candidato ter no mínimo ensino fundamental e se submeter avaliações teóricas e físicas.

O Gari é responsável pela paisagem da cidade e saúde preventiva da sociedade. 

Como assim?

O que faz um Gari? 

Ele atua na varrição de ruas, coleta de resíduos e lixo deixados na rua, em apoio na remoção de entulhos, folhagens e galhos de árvores.

Para isto, é necessário pelo menos o ensino fundamental, para que possa compreender a importância de sua profissão perante a comunidade, pois como todo servidor público, ele tem a oportunidade trabalhar em prol da sociedade, melhorando a vida das pessoal, como tal, a paisagem da cidade e a saúde preventiva através da higienização.

Trabalha ainda sob circunstâncias de esforço físico intenso, por isso é necessário possuir boa saúde, disposição e condicionamento físico, além de ser uma profissão que exige grande movimentação diária.

Isso exige ainda, força de vontade, disposição e determinação para trabalhar em prol da sociedade, tendo em vista os baixos salários que recebem, sem contar a falta de reconhecimento da população e dos poderes públicos.

Mas tudo isto é possível mudar, desde que se tenha uma visão do que podemos chamar: qualidade de vida e reconhecimento ao ser humano.

Os poderes públicos municipais, como responsáveis pela qualidade de vida do seu povo, para humanizar o trabalho destes profissionais, não se faz necessário apenas onerar a folha de pagamento.

Com o cumprimento da legislação que estabelece vantagens financeiras para quem trabalha nesta profissão, podem trabalhar a conscientizando de todos sobre importância do seu trabalho para com a sociedade, fornecer equipamentos de proteção individual como: luva, mascara, botas conforme determinação legal, com isso já é possível mudar a realidade da classe.

Depois, observando um dos princípios básicos da administração pública que é a economicidade, poderá proporcionar exames médicos periódicos além do estabelecido em lei e facilitar-lhes o acesso.

Hoje, cada mês do ano existe uma campanha em prol da saúde. Este mês de novembro por exemplo, é o mês da conscientização na prevenção do câncer de próstata.

Um município no porte de São José do Egito, a alguns meses atrás fiz um levantamento que fora entregue para o Gestor municipal, onde tínhamos 21 Garis em idade de fazer o exame de próstata.

Deixei como proposta para o gestor que proporcionasse para estes servidores palestras sobre a valorização profissional, mas também sobre a prevenção da saúde, buscando estabelecer um calendário para que a cada mês; azul – prevenção do câncer de próstata, rosa – prevenção do câncer de mama, dentre os demais meses, eles e elas, recebessem fichas de atendimento preferencial para realizarem os seus exames.

Com isto estaríamos buscando a conscientização e a valorização profissional destes servidores tão esquecidos, a ponto de muitos desconhecerem a data, 16 de maio, que se comemora o dia do Gari, e outros que conhecem passarem despercebidos.

Além do que, como princípio da economicidade, estaria o município trabalhando a prevenção, evitando a demanda de licenças médicas, e até aposentaria por invalidez, o que diminui os custos municipais e melhora a qualidade de vida.

Ele determinou a uma profissional que fosse ao meu escritório, para conversar e buscar a realização deste projeto, que fora iniciado neste ano, segundo convite que recebi para participar do seu lançamento.

Acredito que neste mês, todos devam estar realizando os seus exames e sendo avaliados.

Acredito ainda que iniciativas como está deveriam ser tomadas por outros gestores, buscando a conscientização e a valorização do servidor público, que têm a oportunidade de servir ao público antes de servir a si próprio.

0 comentários:

Recent Comments