Empresa suspende fornecimento de merenda para escolas de Flores, Triunfo, Serra Talhada e mais 32 cidades de Pernambuco

20 novembro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


A Casa de Farinha S.A.,uma das empresas responsáveis pelo fornecimento das merendas escolares estaduais de Pernambuco notificou o Governo do Estado, via Secretaria de Educação, sobre a suspensão na distribuição das merendas escolares de 66 escolas em 35 cidades (relação completa abaixo). A paralisação acontecerá devido à falta de pagamentos de notas ficais de até seis meses, totalizando um débito de mais de oito milhões de reais, fora o mês de outubro.

Entendemos a delicada situação financeira a qual o Estado se encontra, entretanto, a ausência de pagamentos por tanto tempo torna inviável a manutenção do serviço. Mesmo com os atrasos a Casa de Farinha vem honrando a folha de pagamento e os tributos necessários, dessa forma a empresa espera que a situação seja resolvida para que o fornecimento seja restabelecido o quanto antes. A paralisação é baseada na lei 8666/93, artigo 78, inciso XV.

Lista das cidades com estabelecimentos em atraso no pagamento de contratos:

Águas Belas
Belém São Francisco
Bezerros
Bom Conselho
Bom Jardim
Bonito
Canhotinho
Carpina
Correntes
Flores
Floresta
Garanhuns
Gravatá
Itacuruba
Itaíba
Jaboatão dos Guararapes
João Alfredo
Moreno
Paudalho
Paulista
Petrolândia
Recife
Sairé
Saloá
Santa Maria Cambucá
São Lourenço da Mata
Serra Talhada
Surubim
Tacaratu
Taquaritinga Do Norte
Triunfo 

Já a Secretaria de Educação de Pernambuco, por meio de nota, afirmou que o pagamento foi realizado à empresa nesta segunda-feira (19):

A Secretaria de Educação de Pernambuco esclarece que a maior parte das escolas do Estado conta com merenda escolarizada, ou seja, os alimentos são preparados pelas merendeiras da própria unidade de ensino. Para uma outra parte das escolas, a merenda é preparada por 13 empresas terceirizadas contratadas pelo Estado, sendo a Casa de Farinha uma delas.

A Secretaria informa ainda que foi realizado pagamento nesta segunda-feira (19) à empresa e que o órgão está mantendo o diálogo, de forma a garantir que não ocorra a interrupção da alimentação de estudantes. (Folha de PE)

0 comentários:

Recent Comments