Jair Bolsonaro é o novo presidente do Brasil

28 outubro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Jair Bolsonaro (PSL) é eleito presidente do Brasil. Breve a matéria será atualizada com os números totais.

Abaixo um resumo da vida política do novo presidente:

O capitão Jair Messias Bolsonaro (PSL), de 63 anos, entrou para a reserva do Exército em 1989 para ingressar na política como vereador na cidade do Rio de Janeiro. Dois anos depois, ele se elegeu para a Câmara dos Deputados, onde ficou até se candidatar à Presidência da República, este ano.

São, portanto, quase 30 anos de vida política, período em que Bolsonaro construiu, no Congresso, uma imagem de defensor da caserna. Fora dali, ele ficou famoso sobretudo pelas polêmicas em que se envolveu, relacionadas aos direitos humanos, mas também aos governos petistas.

Bolsonaro começou a ganhar notoriedade na década de 1980, ainda como capitão do Exército, quando escreveu um artigo para a revista Veja no qual reclamava do soldo dos militares. O texto lhe rendeu uma punição por indisciplina.

Eleito vereador e depois deputado federal, manteve o discurso de defensor dos militares, com vários pronunciamentos pedindo aumento salarial e mais investimentos nas Forças Armadas. O maior número dos projetos que apresentou na Câmara, 53, atendem a interesses dos militares. Outra área com grande número de projetos apresentados é a segurança pública, com 44. Mas nenhum foi aprovado.

Bolsonaro passou por inúmeros partidos (PPB, PDC, PPR, PFL, PTB, PP e PSC) até desembarcar no PSL, no começo de 2018.

Já o discurso antipetista ganhou força mesmo nos últimos anos do governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Bolsonaro votou a favor do impeachment.

Ele também reforçou as bandeiras religiosas e de defesa da família e do porte de armas pela população. Bolsonaro também se declarou a favor da licença para matar a policiais. "Vou trabalhar para aprovar o excludente de ilicitude, para que os policiais possam atirar em quem atira neles", declarou. (informações do site da Carta Capital)

0 comentários:

Recent Comments