Sumiço da pesquisa da Uninassau no JC é motivo de ação junto ao TRE. Suspeita é que Marília já estaria na frente.

03 agosto Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


O advogado e primo de Marília Arraes, Antonio Campos (Podemos) entrou com uma representação junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco para que seja disponibilizado os dados da pesquisa do Jornal do Commercio sobre as eleições estaduais. A pesquisa com as intenções de votos para o governo do estado deveria ter sido publicada no último domingo

Aliados de Marília acreditam que ela já iria aparecer bem a frente dos outros candidatos. O JC deu uma nota afirmando que a decisão de cancelar o contrato partiu do instituto – o que, obviamente, gerou mais suspeita ainda pela insólita decisão. (Blog do Ricardo Antunes)

0 comentários:

Recent Comments