Programação educativa para gestão ambiental é realizada na praça central de Afogados da Ingazeira

08 agosto Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Um ônibus multimissão da Polícia Rodoviária Federal estacionou na praça da matriz no final da tarde deste domingo com uma tarefa especial: levar à população o conhecimento sobre conscientização e responsabilidade da gestão ambiental e orientações sobre segurança no trânsito e cidadania. Com apresentação de minipalestras e exibição de vídeos, os visitantes tiveram a oportunidade de obter informações sobre a importância da preservação do meio ambiente para melhoria na qualidade de vida e proteção de nossa fauna.

Explanações sobre o trabalho de resgate e o recebimento de animais silvestres, entregues voluntariamente - sem aplicação de multas e penalidades - também foram destaques na programação. No momento, a equipe esclareceu sobre a entrega voluntária, que atualmente contabiliza mais de 800 animais, em sua maioria, recolhidos de maneira espontânea. Os animais serão avaliados e os que estão aptos serão encaminhados para soltura. Já os que apresentam lesões são encaminhados para tratamento e restabelecimento da saúde.

De acordo com o Francisco Campello, superintendente do Ibama e integrante da coordenação do programa FPI, a divulgação das atividades e esclarecimentos sobre as ações é de grande relevância para o êxito do programa. “O trabalho de informação e conscientização ambiental é de extrema importância”, frisou. O promotor Lúcio Almeida, representante do Ministério Público na região, integrou a equipe educativa, dialogando com a população e recebendo os animais. “Esta integração buscando a melhoria sócio-ambiental é essencial para FPI”, reforçou.

O afogadense Ivan Luiz participou da atividade, junto à família, avaliando o momento com satisfação. “Achamos muito interessante e esclarecedor. Iremos repassar o que aprendemos sobre os animais e o meio ambiente com nossos vizinhos e amigos”, afirmou.

Jibóia - Durante o encontro, o administrador Vinicius Tavares fez questão de participar do evento e trouxe o seu animal de estimação. Trata-se de uma Jibóia, com dois metros de comprimento. Na ocasião, foi apresentada a documentação de legalidade do animal, mostrando a possibilidade de uma criação correta e responsável. “Adquiri há dois anos de um criatório legalizado em Minas a Gerais. Tenho muito interesse pelas questões de respeito ao meio ambiente e aos animais”, salientou.

As atividades educativas terão continuidade esta semana no Pajeú, em Afogados da Ingazeira, com o público alvo de 180 alunos da rede municipal. Na terça (7), o encontro acontece em Ingazeira , na quarta-feira (8) em Tabira e na quinta-feira (9) em Iguaraci.

0 comentários:

Recent Comments