Produtor cultural e secretário de Tuparetama acusa vereador de ter tentado agredi-lo fisicamente

14 agosto Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


O Secretário de Cultura de Tuparetama e produtor cultural Fernando Marques acusou em redes sociais o vereador Plécio de ter tentado agredi-lo fisicamente. Confira abaixo nota na integra:

DESABAFO

Vereador sem expressão política quer ganhar fama difamando pessoas de bem e criticando o maior evento CULTURAL da cidade, chegando ao ponto de tentar me atingir fisicamente no meu local de TRABALHO. (Temos testemunhas e estamos tomando as devidas providências prevista na Lei).

O vereador Plécio de Tuparetama é o típico político medíocre que anda na contramão do progresso e do desenvolvimento do seu munícipio.

Com uma postura crítica a tudo que vem da administração Municipal, o vereador por puro egoísmo, incompetência e frustração pessoal, agora tenta atingir nosso trabalho na secretaria de Cultura no município atacando o BALAIO CULTURAL e trabalha sistematicamente para ver o fim deste evento.

O vereador juntamente aos seus colegas oposicionistas ao governo, já tinham recusado a aprovação de uma moção de aplausos ao BALAIO CULTURAL que na ocasião fez aniversário, agora o vereador propôs uma CPI para investigar o evento que segundo ele, os organizadores não prestam conta do dinheiro arrecadado no CHAPÉU (que nunca ultrapassou a quantia 300,00) que é passado nos dias de evento para complementar as muitas despesas.

E o apoio que a prefeitura dar mensalmente no valor de 2.000,00 (Dois mil reais), fazendo milagre com esse dinheiro, pois o mesmo custeia a ajuda de custo para alguns ARTISTAS (outros se apresentam voluntariamente), serviço de som e alimentação. O vereador talvez fique inquieto pelo fato de não entender como é que com tão pouco recurso conseguimos segurar este evento por tanto tempo e como é possível manter o seu alto nível e riqueza CULTURAL.

Caro Vereador, as suas limitações o impedem de compreender que neste meio CULTURAL existe amizades, cooperativismo, companheirismo, intercâmbio artístico e um povo de coração puro. Os ARTISTAS que já se apresentaram e se apresentarão neste palco não cobram os seus cachês habituais, coisa que seria impossível trazer esses grandes nomes se não fosse a compreensão desses AMIGOS.

Não me sinto confortável ter que mais uma vez expor algo que não tem relevância para nossa CULTURA, mas a necessidade de o vereador tornar-se uma pessoa famosa irei dar minha contribuição. O vereador mal informado (para não dizer outro adjetivo) não entende que o BALAIO CULTURAL não pertence a prefeitura, é feito por nós para do povo.

Definitivamente esta não é a melhor maneira de tornar-se FAMOSO ,mas seus poucos minutos de FAMA foi lhe dado, então aproveite sua FAMA momentânea para explicar principalmente a população de Tuparetama por que vocês são contra um evento que movimenta a economia local, revela talentos, atrai tantos jovens, divulga o nome da cidade para o mundo, atrai turistas e só vocês ficam INSATISFEITOS com tais FEITOS.

Quem se alimenta de ódio, rancor e mentiras, não pode oferecer outra coisa senão a MALDADE. Definitivamente o povo de bem de Tuparetama não merecem tais representantes na Câmara de vereadores.

#LongaVidaAoBalaioCultural

Fernando Marques

0 comentários:

Recent Comments