Marisol é a primeira afogadense a conseguir mudar de nome e de gênero

09 agosto Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Marisol de Souza Silva conseguiu na Justiça o direito de mudar de nome e de gênero. Ela já trocou de gênero e seu nome já foi alterado, sendo que, os sobrenomes dos seus pais continuam os mesmos.

Agora a Justiça tornou mais fácil essa transição sem tanta burocracia, desde que a pessoa se identifique com o gênero; Sol conseguiu sua certidão como se ela nasceu assim, do gênero feminino, tudo dentro dos padrões da lei.

Em contato com o blog na manhã desta quinta (09), Sol explicou que foi o primeiro caso em Afogados, sua certidão saiu no dia 20 de julho de 2018, abrindo portas para muitas outras pessoas. Relatou que já sofreu vários constrangimentos por causa do seu antigo nome e também foi vítima de preconceito.

Marisol é natural de Afogados da Ingazeira, tem 23 anos, já residiu em Salvador por alguns anos para estudar, voltando posteriormente a sua terra natal. A mesma é formada em técnica de designer interiores.

0 comentários:

Recent Comments