José Marcos de Lima nega vingança contra Câmara e já contabiliza conquistas de lideranças para o palanque de Armando

14 agosto Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Novo aliado do senador Armando Monteiro (PTB) e de imediato definido como Coordenador da Campanha das Oposições no sertão do Pajeú, José Marcos de Lima, ex-Presidente da Alepe e ex-Prefeito de São José do Egito, falou ontem a Rádio Cidade FM. 

Na oportunidade justificou o rompimento com o palanque de Paulo Câmara. Inicialmente José Marcos descartou a ideia de vingança, mas citou como principal causa a falta de espaço no governo. ”Eduardo ouvia e respeitava nosso espaço. Paulo escuta e não atende”. Lembrou que em defesa da candidatura do atual Prefeito Evandro Valadares, o Governador prometeu para São José do Egito uma UPA e mais uma Faculdade e até agora não entregou. 

Com poucos dias na Coordenação José Marcos iniciou os contatos e já contabiliza adesões, inclusive de lideranças que votariam com Marília e agora vão de Armando. Entre os nomes estão Romério Guimaraes (PT) ex-prefeito de São José do Egito; Empresário Gilsomar, liderança de oposição em Brejinho; Vitalino Patriota ex-prefeito de Tuparetama e o filho Diógenes Patriota (vereador), ambos do Solidariedade; cinco vereadores da oposição de Santa Terezinha e mais o ex-Prefeito Delson Lustosa. 

José Marcos prometeu procurar Luciano Duque (PT) Prefeito de Serra Talhada para conversar. Os deputados do ex-prefeito serão os mesmos de 2014, Sebastião Oliveira-Federal e Rogério Leão-Estadual. 

Perguntado onde está o Presidente da Câmara Antônio Andrade, José Marcos disse que ele não está do seu lado na oposição e nem com o governo: “Andrade está na coluna do meio. Segue em faixa própria”. José Marcos ainda não sabe quando a chapa liderada por Armando Monteiro estará no Pajeú. (Por Anchieta Santos)

0 comentários:

Recent Comments