Bancários deflagram estado de greve em Pernambuco

09 agosto Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


O Sindicato dos Bancários de Pernambuco decidiu, em assembleia realizada no Recife que reuniu cerca de 200 profissionais na noite desta quarta-feira (8), entrar em estado de greve. A decisão foi unânime e mostra a insatisfação da categoria com as propostas apresentadas pela Federação Nacional de Bancos (Fenaban) na campanha salarial 2018/2019. 

“Decidimos por unanimidade pela rejeição da proposta econômica da Fenaban, que é a apenas a reposição da inflação. E, por isso, aprovamos o estado de greve”, revelou a presidente do sindicato, Suzineide Rodrigues, contando que a proposta dos bancos foi apresentada nessa terça-feira (7) depois de quase um mês de negociação - na categoria, já havia sido avaliada a possível deflagração de uma greve.

Ela também lembrou que essa decisão permite que os bancárioscruzem os braços a qualquer momento a partir de agora, mas disse que, se realmente for deflagrada, a greve só deve ter início no dia 20 de agosto. “Os bancos vão apresentar mais uma proposta no dia 17, que é uma sexta-feira. Mas, se a proposta não for suficiente, vamos fazer outra assembleia na segunda, dia 20”, explicou Suzineide. 
Segundo o Sindicato dos Bancários, a campanha salarial deste ano pede a inflação mais 5% de ganho real. Além disso, a categoria solicita a manutenção dos direitos trabalhistas, para evitar a terceirização, a pejotização e o trabalho intermitente nos bancos. Esse pleito, porém, também não foi atendido pela Fenaban até o momento.

Por: Marina Barbosa, da Folha de Pernambuco/ Foto: Ed Machado / Folha de Pernambuco

0 comentários:

Recent Comments