1º Fórum Comunitário do Selo Unicef é realizado em Afogados da Ingazeira

27 agosto Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Hoje (27/08/18) foi realizado no auditório da FASP uma ação do governo municipal para obtenção do selo Unicef junto as secretárias de saúde, educação, assistência social, um fórum de debates e criação de soluções para o melhoramento das políticas voltadas as crianças e adolescentes de Afogados da Ingazeira.


O Selo UNICEF é uma iniciativa que tem como objetivo contribuir com a redução das desigualdades e a garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes do Semiárido e da Amazônia brasileira. Para isso, busca fortalecer a gestão municipal e qualificar as políticas públicas direcionadas à infância e à adolescência nos municípios participantes, garantindo a mobilização social e a participação dos adolescentes.

Como parte das atividades do Selo Unicef, a realização do 1º Fórum é obrigatório para a continuidade do município no programa. O Fórum Comunitário é um momento de tomada de decisão coletiva e acompanhamento das ações e indicadores do Selo e espaço de encontro, disseminação de informações e diálogo sobre as políticas públicas municipais. É nele que a comunidade analisa a situação das crianças e adolescentes, planeja e sugere ações, monitora e avalia o impacto das políticas sociais voltadas à infância e à adolescência. Além de importante espaço de participação social.

O Fórum Comunitário é uma potente ferramenta de aprendizagem para a população sobre seus direitos e papel de cidadãos – e, nesse sentido, a experiência prática de participação e decisão sobre as prioridades públicas do  município vivenciada nos Fóruns é fundamental. O fórum objetiva:

Analisar as condições de vida da infância e da adolescência e identificação das políticas públicas e oferta de serviços;
Planejar ações para garantia dos direitos de crianças e adolescentes e pela redução das desigualdades;
Monitorar e avaliar, de forma participativa, os resultados de ações, projetos, programas e políticas públicas para meninas e meninos de até 18 anos incompletos. (Fotos: Jocy James)





0 comentários:

Recent Comments