Mãe PM que matou assaltante vai se filiar ao PR para disputar eleições

30 maio Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


A policial militar Katia Sastre, que ficou conhecida após reagir a assalto na frente da escola da filha, deve se filiar ao PR para concorrer ao cargo de deputada federal em 2018, diz a sigla. 

O líder do partido na Câmara, José Rocha (BA), afirmou que a policial se encontrou com a principal liderança da legenda, o ex-deputado Valdemar Costa Neto, nesta terça-feira (29) em Brasília. 

No encontro, ela selou a entrada no partido, que só pode ocorrer durante as convenções, uma vez que Sastre é militar da ativa. 

Sastre, 42, é a PM que reagiu a um assalto em Suzano (Grande SP) na frente da escola da filha no dia 12 de maio, véspera do Dia das Mães. Na ocasião, ela respondeu quando o assaltante Elivelton Moreira sacou a arma. Ele morreu depois de ser atingido por três tiros da policial.

Na semana passada, ela havia recebido um convite do PSL para se filiar ao partido de Jair Bolsonaro e concorrer para deputada estadual por São Paulo. (Folhapress)

0 comentários:

Recent Comments