Detentos causam desordem e ameaça na cadeia de Tuparetama

07 abril Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


O policiamento da GT foi acionado pela vítima, escalado na guarda da cadeia pública, o qual após avisar que a visita havia encerrado, pediu para que os visitantes saíssem, momento em que o imputado J. J.O. começou a bagunçar, pedindo que sua visitante não saísse, pois a visita ainda não havia terminado, desacatando a guarda com palavras de baixo calão como, como também ameaçou a guarda dizendo que quando saísse iria pegá-lo ou se o policial encostasse na grade da cela do mesmo iria tentar algo. O referido detento ainda incitou e instigou a violência, incentivando os demais imputados, a praticarem a desordem dentro do estabelecimento prisional. O imputado E. L.S. já está sendo punido, pois suas badernas e instigações são corriqueiras. O imputado C. H. O. também passou a ameaçar a guarda propondo uma aliança ao imputado J. J.O., dizendo que quando o policiamento fosse realizar a revista das celas iriam fazer algo contra o policiamento. Foi necessário o apoio da equipe do GATI para acalmar o clima de animosidade que se criou dentro da cadeia, bem como auxiliar na revista das celas. Após a saída do GATI, os detentos jogaram uma garrafa de água sanitária de uma das celas para o corpo da guarda. A ocorrência foi encaminhada a Delegacia de Polícia Local para serem tomadas as medidas cabíveis.