Amigos de Lula temem que ele entre em depressão

10 abril Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Os amigos e assessores mais próximos de Lula estão preocupados com a possibilidade de ele entrar em depressão na cadeia. Eles afirmam que o ex-presidente costumava falar sem parar, da hora em que acordava até quando ia dormir, sempre cercado de gente. E isso desde criança, já que foi criado com seis irmãos. A defesa estuda pedir que Lula seja transferido para uma sala de Estado Maior em dependências militares. Ele teria esse direito já que, como presidente, foi chefe das Forças Armadas.

Os advogados do ex-presidente, Cristiano Zanin e Sigmaringa Seixas puderam ficar com ele por algumas horas na noite em que o petista chegou na prisão. Depois de esvaziar a mala e colocar as coisas dele no armário, ajudaram Lula a fazer a cama.

Antes que o ex-presidente viajasse a Curitiba, eles tiveram que comprar lençóis, fronhas, toalhas, sabonetes, cobertor e travesseiros para Lula. A Polícia Federal não fornece nada aos presos.

Na hora de fazer a mala, familiares do ex-presidente questionavam se poderiam colocar chocolates na bagagem. E lixas de unha, que Lula usa diariamente. Na pressa, eles esqueceram de colocar o aparelho de apneia que Lula usa quando dorme. (Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo)