Acusados por violência doméstica passam a ser monitorados pela vítima em Serra Talhada

27 abril Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Começou a vigorar em Serra Talhada uma medida que busca enrijecer o combate à violência doméstica contra mulheres. Através da Lei Maria da Penha, a partir de agora o agressor que descumprir uma medida protetiva será preso e somente ficará em liberdade com o uso de tornozeleira eletrônica para ser monitorado pela vítima e a polícia.

Na última quarta-feira, 25, uma mulher recebeu o aparelho de acompanhamento no Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM). Ela também foi orientada quanto ao uso pela equipe de profissionais da Secretaria da Mulher de Pernambuco. A vítima será acompanhada pelas equipes que objetivam erradicar a violência doméstica em Serra Talhada.

De acordo com o comandante do 14° BPM, Tenente-Coronel Figueiredo, o monitoramento permite que a vítima e a família passem a viver mais protegidos. “Também acaba com a sensação de impunidade por parte dos agressores, que muitas vezes reincidiam na prática de atos criminosos e covardes contra as mulheres”, afirma.

(*) Fonte: Alvinho Patriota

Recent Comments