Prefeitura de Afogados inicia novos cursos para as mulheres

09 março Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Em uma solenidade bastante concorrida, dentro da programação do mês da mulher, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira deu início a novos cursos de qualificação profissional direcionados ao público feminino. O público-alvo é composto por mulheres atendidas nos diversos programas coordenados pela Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com o IFPE, UFRPE e a Sala do Empreendedor. A atividade aconteceu nesta quinta (08), à noite, na sede do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, na Rua Júlio Câmara.

Foram iniciadas novas turmas dos cursos de aderecista, com cinquenta alunas, e de agricultura familiar, com o mesmo número de alunas. No curso de aderecista, as alunas aprenderão sobre customização, técnicas de elaboração de adereços, ornamentação de festas, e poderão aprender também sobre empreendedorismo, ética e português instrumental. Essa última parte também será comum ao curso de agricultura familiar, onde as alunas aprenderão técnicas sustentáveis da economia agrícola de base familiar. Durante o evento, as alunas do curso de aderecista também receberam o fardamento.

Os cursos acontecerão das 18h30 às 21h30, no IFPE (agricultura familiar) e na sede do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (Aderecista), na Rua Júlio Câmara, no antigo colégio Cenecista. Todos os alunos receberão uma bolsa de 10 Reais por aula.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira também entregou certificados de conclusão do curso de resíduos sólidos a 30 alunas. Elas já estão atuando na prática, produzindo sabão a partir de óleo de cozinha utilizado e vassouras com plástico de garrafas PET. Todos os cursos foram viabilizados através do PRONATEC.

Participaram da solenidade, o Vice-Prefeito Alessandro Palmeira; a Secretária de Assistência Social de Afogados, Joana DArc; a primeira-dama do município, Madalena Leite, Vereador Luiz Besourão, Delegada Andreza Gregório, que falou sobre o combate à violência contra as mulheres e a lei Maria da Penha; a coordenadora municipal de políticas para as mulheres, Risolene Lima; e representantes das entidades parceiras (IFPE e UFRPE).

Recent Comments