Em Tuparetama palanque continua armado, dessa vez vereadores de oposição mexeram com o Balaio Cultural

09 março Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Em minha página e/ou nas redes sociais em geral, eu sempre evitei expor as questões relacionadas ao BALAIO CULTURAL que envolva a Política Partidária do meu Município, por entender desde o início que este não é, e não deve ser um evento de grupo político e sim de todos para todos.

Diante alguns fatos e palavras jogadas ao vento nas reuniões da Câmara Municipal e da atual colocação de um "Nobre Viriador" (sendo este + 1 que costuma pulverizar o ódio no modelo de: "se colar colou"), nas reuniões da Câmara de Vereadores de Tuparetama. Mesmo não sendo essa a minha vontade, resolvi relatar alguns fatos que até então eu preferia deixar naturalmente guardado (em off na linguagem moderna dos internautas).

Todos sabem que apesar de fazer parte do atual Governo e ter um cargo de confiança, tenho o cuidado desde a primeira edição do Balaio Cultural, há 7 anos acontecendo, de não deixar a Política Partidária participar e tampouco subir ao palco deste evento.

Vale ressaltar que ficamos 4 anos sem o apoio do governo anterior, no qual este "Viriador" igualmente aos seus 4 companheiros faziam parte, (sendo justamente eles que aconselharam o então prefeito da época, a retirar o apoio que oferecia ao BALAIO CULTURAL, pelo fato do seu idealizador ser adversário político. Durante 4 anos que eles estiveram no poder, usaram de todos os meios possíveis para acabar nosso evento. Se juntaram para patrocinar um evento mensal que não decolou, queriam em noites de BALAIO fazer eventos na Cidade, pensando eles que assim diminuíam o nosso público...

A atual gestão que por sinal também estava no poder quando o evento foi criado, voltou a apoiar mensalmente. Não precisa dizer que, se fossemos pagar o cachê merecido para a quantidade e a qualidade dos artistas que se apresentam a cada edição, com tal valor seria impossível.

Somos gratos aos mais de três mil artistas que já participaram do nosso evento, e sua grande maioria sem cobrar cachê ou por uma pequena ajuda de custos. Somos gratos a Prefeitura Municipal por esse pequeno, grande/enorme apoio, pois é com esse valor que além de pagar o som, pagamos uma ajuda de custo para alguns artistas.

Pois bem, o "Nobre Viriador" e crítico sem formação para tal, conhecedor de tudo na face da terra/poderoso Deus do conhecimento; Recentemente em uma de suas adoráveis "pérolas" disse que a Prefeitura gastou muito dinheiro na Cultura durante o ano de 2017, patrocinando o BALAIO CULTURAL. Nobre VEREADOR, quando você fala “gastança” de dinheiro com o BALAIO CULTURAL, dar-se entender que é muito dinheiro (antes fosse), essa ajuda de custo que a prefeitura municipal dar mensalmente, é de longe uma fortuna como você quis dizer. Você é acostumado a falar coisas sem o mínimo de conhecimento, mas dessa vez você mexeu em algo que não devia.

Esse mesmo "Viriador" juntamente com os seus nobres colegas de "oposição", em fevereiro de 2017, se recusaram a aprovar uma moção de aplausos para o BALAIO CULTURAL, que na oportunidade estava completando 6 anos. Sua colega também "Viriadora", (em um momento de ódio, inveja e despreparo) na oportunidade, me acusou de eu ter plagiado ou roubado a ideia do Balaio, sendo que naquela noite ela foi ridicularizada pelos artistas que estavam no plenário e que participaram juntamente comigo das reuniões de amadurecimento de criação do evento e, somente eles sabiam e sabem quem idealizou e onde tudo começou. No final daquela sessão vexatória, onde fui lá para receber em nome da equipe realizadora do BALAIO CULTURAL uma moção de aplausos, saí de lá com o saldo negativo de uma moção de repúdio, aprovada pela bancada de oposição. Os cinco vereadores de oposição de Tuparetama, repudia o BALAIO CULTURAL e seus idealizadores, enquanto a grande maioria da população de Tuparetama tem orgulho em dizer que aqui temos o maior evento cultural da região, que uma vez a cada mês recebe centenas de turistas que movimentam a economia da nossa cidade.

A carta de repúdio elaborada por vocês (se que isso valha alguma coisa), não irá diminuir minha vontade de promover e defender nossa cultura. Foi apenas mais uma decepção sentida em minha alma, por essa nobreza viriadoriana de oposição, regada a ódio, inveja e incompetência.


Nobres Vereadores!

O BALAIO permanece independentemente de política ou quem esteja no poder, ele já deu provas disso. Nós queremos o politico como parceiros e não como adversários, política se discute quando são armados os palanques e quando vocês se colocam contra esse evento, não é contar a mim é contra uma população que já é muito carente de CULTURA.

Aprendam de uma vez que o partido da CULTURA é a CULTURA!!!

Aqui deixo um desafio para vocês: mostre-nos as ações ou projetos de vossas autorias para o desenvolvimento da nossa Cultura, ou que já realizaram em nosso Município? Modestamente, pela Cultura, eu um simples apologista, produtor cultural que hoje "estou Secretário de Cultura do Município, sem nobreza alguma, mesmo sem ser político, já fiz mais pela nossa Cultura em questão do que todos vocês juntos (de fato, continuo "pobre", porque preferi deixei o "nobre" para vossa excelência).

Fernando Marques
Paz e bem a todos!

Recent Comments