Coluna O Linguarudo - Não vou mentir para agradar (15/03/2018)

15 março Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Gonzaga Patriota pode ser o próximo a deixar o PSB - O presidente estadual do PROS, Antonio Souza, reuniu ontem uma boa quantidade de pessoas para um ato no RioMar Trade Center para a filiação de pré-candidatos e apresentação da plataforma de atuação do partido no estado. Além de demonstrar força, Antonio Souza deverá atrair para os quadros do partido o deputado federal do PSB Gonzaga Patriota.

Petista João Paulo é ficha suja e está fora da eleição – O ex-prefeito do Recife João Paulo (PT) perdeu a chance de ser vice na chapa de Paulo Câmara (PSB) por ter sido condenado ontem pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça a 3 anos e 2 meses de reclusão. Vai recorrer da decisão, mas pela Lei da Ficha Limpa já está inelegível. João Paulo na terça freira passada se licenciou do PT. Ele está descontente com as criticas internas na legenda.

Não há dinheiro para as estradas em PE - O ex-deputado José Marcos esteve recentemente com o secretário Sebastião Oliveira (ambos pertencem ao PR) para queixar-se do péssimo estado em que se encontra a rodovia que liga São José do Egito a Ouro Velho (PB), de 30 km de extensão. O secretário disse ao correligionário que tem conhecimento do problema, mas não pode fazer nada “porque não há dinheiro”. (Rádio Vivo)

Post de redes sociais diz que Marília Arraes extrapola pontos na carteira de habilitação - Um post de rede sociais que está sendo distribuído acusa a vereadora Marília Arraes, pré-candidata ao governo do estado pelo PT, de ter acumulado pontos em sua carteira de motorista que extrapolam o limite legal. Segundo o post, que exibe texto sobre uma foto da vereadora, o Detran já teria contabilizado 62 pontos na carteira de motorista. Segundo a legislação, o condutor de veículo automotivo vai acumulando pontos à medida em que é multado por cometer infração de trânsito. Quanto maior a gravidade da infração, maior o número de pontos registrados. O motorista perde a habilitação quando totaliza 21 pontos na carteira. “Porque é política acha que pode fazer isso. Se fosse um cidadão comum já teria tido a carteira cassada”, diz o texto. Ninguém assina a denúncia, que tem ainda a pergunta : “E ainda quer guiar Pernambuco”. (Por Anchieta Santos)

Charge do Dia:

Recent Comments