Apresentador de TV baleado em Caruaru passará por cirurgia no Recife

01 março Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Internado desde que foi atingido por uma bala perdida, em setembro de 2017, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, o jornalista Alexandre Farias, 40 anos, foi aposentado por invalidez. De acordo com familiares, a notícia foi inesperada já que Farias tem apresentado melhoras de saúde. “Todo mundo ficou surpreso porque nesta terça-feira (16) faz apenas quatro meses do acontecido e ele vem sempre evoluindo. Ninguém esperava uma decisão tão rápida”, comentou o irmão do jornalista, José Santos Júnior. 

A decisão ocorreu depois de Alexandre ter sido avaliado, em novembro do ano passado, por peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ainda de acordo com a família, o apresentador será submetido a uma cirurgia de reconstrução craniana. “Ele ainda está no hospital porque aguarda a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a confecção de uma prótese. Assim que ela chegar ao Recife, será feito o procedimento”, informou Júnior.

Apesar de continuar internado no Hospital Esperança, no bairro da Ilha do Leite, no Recife, Farias tem apresentado melhoras durante o período de internação. De acordo com o irmão, ele está bastante consciente e tranquilo e reage bem aos estímulos realizados pelas sessões de fisioterapia e de fonoaudiologia. "Ele interage com a gente através de gestos com a mão, dando sinal de ‘ok’. É possível entender algumas palavras quando ele fala. No entanto, Alexandre não consegue emitir som porque ainda está com a cânula de passagem de ar [devido à cirurgia de traqueostomia]. Ele consegue responder até com a cabeça, balançando com um sim ou não”, relatou.

Mesmo com a decisão dos peritos do INSS, a família de Farias acredita que o apresentador volte às atividades normais daqui a alguns meses. “Alexandre está se recuperando e em algum momento ele voltará a trabalhar e essa situação do benefício será suspensa. Por isso, ficamos mais tranquilos e aliviados porque além de Alexandre, que está lutando mais que todo mundo, a família e os médicos estão fazendo de tudo para ele voltar a ficar bem”. Ainda não há previsão de alta do paciente. (Folha PE)

Recent Comments