Confirmada a banda Patusco no 13° Baile Municipal de Afogados da Ingazeira

02 fevereiro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


Após um erro da Fundarpe, que liberou um artista que já estava com agenda para a data (Josildo Sá), a Prefeitura de Afogados da Ingazeira correu para garantir uma atração à altura da grandiosidade e da importância do Baile Municipal.

Está confirmada a presença da Banda Patusco, grande atração da última edição do baile. “Muitos foliões, no ano passado, pediram inclusive que repetíssemos Patusco para este ano. O salão ferveu ano passado com o som contagiante deles. Pedimos desculpas pela mudança de última hora, mas a culpa não foi da Prefeitura. O bom é que garantimos outra grande atração para o nosso baile,” destacou o Secretário de Cultura e Esportes, Edygar Santos.

O baile será no espaço Wilson Brito, na Pousada de Brotas. A festa começará a partir das 21 horas, e contará com a animação da Orquestra Show de Frevo, Banda Expresso Folia e o tradicional concurso de fantasias.

As mesas estão sendo vendidas a 100 Reais, através dos telefones 87-99902 1020 e 87-99650 7944. Ingressos individuais custarão 20 Reais e podem ser adquiridos no dia e local do evento.

Com certeza iremos, após a festa, reescrever o que escrevemos no ano passado, logo após o contagiante show de Patusco: “o ponto alto da noite ficou por conta da banda Patusco. Eles subiram ao palco por volta das duas da madrugada e, apesar do horário, colocaram todo mundo pra dançar. Parecia até que a festa estava apenas começando. Frevo, pop, MPB, tudo no ritmo alucinante da bateria do grupo. Samba em altíssimo nível. No fim da apresentação, Patusco desceu do palco e foi tocar no meio dos foliões, encerrando assim uma das mais animadas e concorridas edições do baile.”

A história do surgimento do grupo anárquico místico carnavalesco patusco se confunde com a do carnaval de Olinda, e tudo foi graças ao carnavalesco “Tuca”. natural de Olinda, ainda quando criança era levado pela sua mãe para assistir as festas de momo do Recife. Muitas vezes pelo fascínio que o carnaval lhe provocava, ele dava umas escapadas para acompanhar os blocos de sujo e as “la ursa”, que pelo seu colorido e irreverência já encantava o pequeno.

Com o crescimento do carnaval de Olinda, esse autêntico folião, criado respirando carnaval e residindo no foco da folia olindense, não poderia fugir a regra: na adolescência começou a confeccionar máscaras, inspirado pelas imagens dos carnavais guardados em sua mente quando criança. Essas máscaras inicialmente foram confeccionadas de papel e cartolinas, porém, com o tempo e com o advento do mela mela, tuca passou a fazer fantasias e máscaras em plástico, ideia bastante inovadora até os dias atuais, considerando que tudo isso se deu em 1962, quando o mesmo fundou o primeiro bloco no seio do clã de sua família.

Das fantasias idealizadas por ele podemos destacar as araras, papagaios, pinguins e a de pato, sendo esta última, no carnaval de 1972, a responsável pelo nome do grupo, “Patusco”, e que passaria a ser destaque por toda mídia pela forma irreverente de se fazer carnaval.

As mesas podem ser adquiridas ao preço de 100 Reais. Ingressos individuais a 20. Durante o baile vai acontecer a divulgação do homenageado do Carnaval 2017, além do já tradicional concurso de fantasias. 

Recent Comments