Confira a disputa de governador em Pernambuco por região

01 fevereiro Grupo Roma Conteúdos 0 Comentários


A última pesquisa eleitoral com relação à disputa de outubro deste ano, mostra uma disputa equilibrada de três dos pré-candidatos, acenando para um segundo turno e sinalizando que nenhum deles tem vaga garantida ainda numa suposta segunda etapa do processo.

Armando está na liderança, Paulo Câmara ocupa o segundo lugar e logo atrás aparece Marília Arraes, que se crescer um pouco mais, como fez de um mês para outro, pode se credenciar a um eventual segundo turno.

Esse quadro já foi amplamente divulgado nos jornais, emissoras de rádio, televisão, sites e blog de todos os recantos de Pernambuco.

Interessante, neste momento, é fazer uma leitura da pesquisa por região, para saber quem está na frente no Agreste Meridional, no Sertão, na Zona da Mata, no Agreste Central, na Região Metropolitana e no Recife.

Armando o líder no geral, está muito bem no Agreste Meridional e no Sertão do Pajeú, onde chega a 30,3% e 31%, respectivamente.

Marília Arraes, a novidade política no processo político estadual, este ano, também obteve um bom percentual no Agreste Meridional, conquistando 27,3%, atrás do petebista apenas três pontos percentuais, o que configura um empate técnico, por conta da margem de erro.

Já no Sertão do Moxotó, onde o petebista atingiu a sua maior marca, Marília precisa melhorar, pois chegou a apenas 10,3% na pesquisa.

A situação se inverte na capital pernambucana, município com mais de um milhão de eleitores e decisivo na eleição.

No Recife Armando Monteiro somou 13,9%, enquanto Marília cravou em 20,4%.

Paulo Câmara, que em 2014 venceu de lavada no Recife, agora tem a preferência de apenas 12% dos eleitores da capital, ficando atrás do petebista e da petista.

Nos outros municípios da Região Metropolitana, que inclui cidades como Olinda, Jaboatão, Paulista, Cabo e Camaragibe, a situação do governador é melhor, somando 18,6%, contra 9% de Marília e 20,7% de Armando.

Dos outros pré-candidatos, que estão bem atrás dos três primeiros, Mendonça Filho (DEM) se destaca no Agreste Setentrional, onde soma 24,2%, enquanto Fernando Bezerra Coelho é forte no Sertão do São Francisco, região em que desponta na liderança, com 35,6%.

Nas outras regiões de Pernambuco os índices do democrata e do peemedebista são insignificantes, enquanto Paulo, Armando e Marília têm percentuais bons ou razoáveis na área metropolitana, no Agreste, Sertão e Zona da Mata.

Para chegar no segundo turno os três que hoje estão à frente precisam melhorar em algumas regiões e a tendência é com a proximidade da eleição o esforço se concentrar mais na Região Metropolitana, que abriga mais de 40% do eleitorado pernambucano. (Roberto Almeida)